Ato pró-democracia em SP começa pacífico, encontra grupo pró-Bolsonaro e termina em confronto com PM

Ato organizado por torcidas de futebol na Paulista começou com coros por democracia.

Houve encontro e confusão com apoiadores de Bolsonaro. PM entrou entre os grupos e usou bombas de efeito moral para dispersar torcedores, que atiraram pedras e paus.

Um protesto pró-democracia organizado por integrantes de torcidas de futebol neste domingo (31) começou de forma pacífica, teve confusão com apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e, depois, embate com a polícia. O ato ocorreu na Avenida Paulista, região central de São Paulo.

Os principais momentos da manifestação foram:

  • Início por volta do meio dia, com coros pela democracia e sem confusão.
  • Embate com grupos pró-Bolsonaro, que protestavam no mesmo local, por volta de 13 h.
  • Início de confronto com a PM, que se colocou entre os dois grupos, às 14h.
  • Escalada da tensão entre a PM e torcedores, até por volta de15h. Manifestantes atiraram pedras e polícia jogou bombas de efeito moral.

Segundo a polícia , um homem de 43 anos foi agredido durante a confusão e socorrido na Santa Casa de Misericórdia. Ainda não há mais informações sobre quem são o homem e os agressores.

mais detalhes no G1 SP

Pessoas são mais importantes do que economia, diz papa sobre crise da Covid-19

O papa Francisco afirmou neste domingo que pessoas são mais importantes do que a economia, no momento em que países decidem com que rapidez vão reabrir suas economias após as restrições causadas pelo coronavírus. Os comentários foram feitos, a partir de texto preparado, no primeiro discurso do meio-dia de sua janela sobre a Praça de São Pedro em três meses, conforme o isolamento da Itália chega ao fim.

“Curar as pessoas, não poupar (dinheiro) para ajudar a economia (é importante), curar as pessoas, que são mais importantes do que a economia”, disse o papa. “Nós, pessoas, somos templos do Espírito Santo, a economia não”, completou.

O papa Francisco não mencionou nenhum país. Muitos governos estão decidindo se reabrem suas economias para salvar empresas e padrões de vida, ou se mantêm o lockdown até que tenham certeza que o vírus está sob controle.

Em tempos de pandemia o povo de Deus e suas formas de demonstrar sua fé

A comunidade Caatinga Grande- Assentamento Seridó, Povoado na zona rural de São José do Seridó, realizou a Coroação de Nossa Senhora, na Capela de Santa Luzia.

Cumprindo todas as orientações e recomendações da OMS a coroação foi feita por uma criança da Comunidade e supervisionada por colaboradores daquela capela.

Uma coroação simples, porém emocionante e que marcará para sempre na história religiosa daquele povoado.

DA REDAÇÃO- FOTO- reprodução BCF

RN teve 37 óbitos confirmados neste sabado; número total chega a 305

Rio Grande do Norte soma 305 óbitos em decorrência da Covid-19 e 7.402 casos confirmados da doença, segundo informação divulgada neste sábado (30) pela Secretária de Estado da Saúde Pública (Sesap). Somente nas últimas 24h, o Estado confirmou 939 infecções e 37 mortes. Outras 64 continuam sob investigação.

Ainda de acordo com a Sesap, o RN possui 14.172 casos suspeitos do novo coronavírus. Já o número de pacientes recuperados da covid-19 corresponde a 1.824.

A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, afirmou, durante coletiva de imprensa realizada  no final da manhã de hoje, na Escola de Governo, no Centro Administrativo, que há uma grande preocupação por parte da Sesap e do Governo do Estado diante do quadro epidemiológico que se apresenta neste momento.

“Há um esforço para que a gente consiga estimular a população a, cada vez mais, compreender que o processo de transmissão ainda está se dando de forma acentuada no RN. Acreditamos estar apenas no início da subida da curva e isso nos indica que precisamos, sim, reforçar todas as medidas de isolamento social”, disse Alessandra Lucchesi.

Dados da Sesap mostram que a maior incidência de contágio do novo coronavírus tem se dado em jovens, que podem ser potenciais transmissores para a faixa etária que, neste momento, tem ido a óbito, que é a de idosos.

(Veja mais…)

POR ROBSON PIRES

Absurdo: Empresário insulta PM: “Merda, ganha R$ 1 mil por mês. Eu ganho R$ 300 mil”

O empresário Ivan Storel, de 49 anos, foi preso nessa sexta-feira (29/05), no Condomínio Alphaville, bairro nobre localizado em Santana do Parnaíba, em São Paulo, após agredir verbalmente e ameaçar a esposa.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no local, os soldados foram desacatados e também sofreram ameaças do homem.

O empresário Ivan Storel, de 49 anos, foi preso nessa sexta-feira (29/05), em Alphaville, bairro nobre de São Paulo, após agredir verbalmente e ameaçar a esposa. A PM foi acionada e, no local, os soldados foram desacatados e também sofreram ameaças

Você é um bosta. É um merda de um PM que ganha R$ 1 mil por mês, eu ganho R$ 300 mil por mês. Quero que você se foda, seu lixo do caralho. Você não me conhece. Você pode ser macho na periferia, mas aqui você é um bosta. Aqui é Alphaville, mano”, disse Storel a um policial militar que tentava se aproximar. O empresário se recusava a conversar com o agente.

De acordo com a PM, a própria esposa do empresário acionou a corporação após uma briga entre o casal.

“Não pisa na minha calçada, não pisa na minha rua. Eu vou te chutar na cara, filho da puta”, berrava o empresário.

O PM solicitou reforço ao Comando de Grupo Patrulha, que, ao chegar no condomínio, prendeu Storel. Ele foi conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher.

No local, o caso foi registrado como desacato, desobediência, ameaça, injúria e violência doméstica. O empresário foi liberado para voltar para casa.


De: redacao@metropoles.com

Currais Novos: Vigilância Epidemiológica faz trabalho de orientação e prevenção contra o Coronavírus

A equipe da Vigilância Epidemiológica de Currais Novos faz trabalho de orientação e prevenção todos os finais de semana, na feira livre da nossa cidade.

A ação tem como objetivo, minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), orientando a população sobre a necessidade de continuarmos com o isolamento social.
A equipe da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde montou uma barraca próxima a feira. No local, além das orientações, estão sendo distribuídas máscaras e álcool em gel, para higienização das pessoas.

O trabalho conta com o apoio das Secretarias Municipais de Agricultura e Infraestrutura, além de Policiais Militares da 3ª CIPM e dos Brigadistas e Socorristas da Mandacaru, numa importante ação integrada.

Equipe da Fiocruz MG trabalha em vacina brasileira para covid-19

Em todo o mundo, cerca de 200 grupos de cientistas trabalham intensamente no desenvolvimento de uma vacina segura e eficaz contra a covid-19. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo menos oito delas já iniciaram a fase clínica, de testes em pessoas.

A equipe brasileira, composta por 15 pessoas, é liderada pelo pesquisador Alexandre Vieira Machado, da Fiocruz em Minas Gerais, em parceria com outras instituições, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Instituto Butantã, a Universidade de São Paulo (USP) e a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Segundo Machado, o Instituto do Coração (Incor) de São Paulo também trabalha no desenvolvimento da vacina, liderado pelo médico Jorge Kalil, e há troca de informações entre as duas equipes. “Esperamos que nós possamos utilizar a deles junto com a nossa em alguns testes”, diz Machado.

Coronavírus

A atual pandemia de covid-19 é causada pelo novo coronavírus, chamado tecnicamente de Sars-CoV-2, uma mutação do vírus Sars-CoV-1, que provoca a Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars, da sigla em inglês). Segundo dados da OMS, a Sars registrou 8.098 casos e deixou 774 mortos em 26 países entre 2002 e 2003, com foco principal na Ásia.

Outro tipo de coronavírus causa a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers, da sigla em inglês), que deixou 858 mortos desde 2012, com um total de 2.494 casos em 27 países.

Covid-19 significa Corona Virus Disease, ou doença do coronavírus em português. O 19 se refere a 2019, ano em que foram divulgados os primeiros casos em Wuhan, na China. O Sars-Cov-2 já registrou quase 6 milhões de casos em todo o mundo, com mais de 360 mil mortos.

Machado explica que o vírus Sars-CoV-1 desapareceu depois do surto de 2002 e as pesquisas com ele foram interrompidas, por isso agora há mais dificuldade de se encontrar a vacina, com a pandemia em andamento e com um vírus muito mais contagioso e que causa uma doença grave. “É como ter que trocar o pneu de um carro em movimento descendo uma ribanceira”, diz o pesquisador.

“Não tem vacina pro Sars-CoV. É uma coisa muito triste e um recado para a ciência e para as agências de fomento. Somos frequentemente confrontados com doenças novas, como zika e chikungunya, e a volta de outras, como sarampo e febre amarela, isso desvia o foco das linhas de pesquisa e dos investimentos em vacina. Isso é ruim, porque se nós tivéssemos uma vacina aprovada para Sars-CoV-1, mesmo que fosse em fase clínica, numa plataforma que funcionasse, a gente poderia ter pulado algumas etapas”.

Vacina

Machado explica que o trabalho de sua equipe está sendo feito a partir de algum conhecimento acumulado com o Sars-CoV-1 e usa como base o vírus influenza recombinante, outra doença com sintomas respiratórios e mais grave em idosos, assim como a covid-19.

“Nós modificamos geneticamente o vírus da gripe, que é o vírus influenza, para que ele produza tanto as proteínas do vírus da gripe quanto uma proteína que nós chamamos de imunogênica, uma proteína que induz resposta imune, no caso ao Sars-CoV-2. Esperamos que uma pessoa vacinada com esse vírus tenha uma proteção contra a covid-19 e também à influenza”.

Porém, embora promissor, o trabalho ainda está longe de ser concluído. Segundo o pesquisador, o desenvolvimento laboratorial, com testes em camundongos, deve ser concluído em meados do ano que vem. Para só então iniciar a fase clínica, que é mais complexa e cara, pois exige mais estrutura, pessoal especializado e condições sanitárias específicas.

“A partir daí começa a parte clínica, usando outra espécie, como hamster, com mais controle de segurança, de toxicidade, de reações adversas. Depois que sair disso, ainda vai mais uns dois anos para entregar uma vacina com segurança para a população. Hoje é torcer para essas vacinas que estão em fase clínica, algumas delas, cheguem a termo e que nós tenhamos vacinas o suficiente para vacinar a população mundial”.

Segundo ele, uma das vacinas que já entrou na fase clínica foi o da Universidade de Oxford, no Reino Unido. A equipe britânica estava trabalhando com a vacina da Mers e testam agora com o antígeno do Sars-CoV-2. “Eles já tinham um conhecimento que colocou eles alguns passos adiante”, explica Machado, afirmando que, no momento, ainda há mais perguntas do que respostas sobre a vacina.

“Nós não sabemos ainda com quantas doses a vacina vai funcionar. Será que vai ter a mesma eficácia em jovens, idosos e crianças? Por quanto tempo a pessoa vai ficar imunizada? Essas questões todas têm que ser avaliadas e quanto mais opções nós tivermos de ferramentas, mais chances nós temos de chegar a um produto final”.

Equipes americanas e chinesas também estão na corrida para uma imunização para a covid-19 com resultados promissores.

Mas para o pesquisador, é fundamental que as instituições públicas do Brasil desenvolvam a vacina com tecnologia própria, para que o país seja capaz de proteger a sua população sem depender de outras patentes, muitas vezes desenvolvidas por empresas privadas.

“Isso é muito importante, porque a vacina para covid-19 nem existe e já tem briga por ela. Qual a garantia que o Brasil tem, se um laboratório no exterior conseguir produzir, que terá acesso a ela? E em tempo hábil? Então o Brasil ter uma vacina própria, com tecnologia própria, é soberania nacional e independência tecnológica. Hoje, vacina é geopolítica e ciência é poder”, afirma.

Em Cruzeta 2 pacientes com COVID 19 recebem alta após se recuperarem

Um momento que mistura fé , superação, alegria, gratidão e esperança.

Estes são os sentimentos dos familiares, dos pacientes e dos profissionais de saúde do Hospital Abílio Chacon Filho em Cruzeta.

Duas pacientes que haviam sido diagnostica com Corona Vírus recebem alta após se recuperarem da pandemia.

A alta das pacientes aconteceu na tarde dessa quinta-feira (28) na Unidade Mista de Saúde Abílio Chacon Filho.

NELTER QUEIROZ DESTACA FALTA DE LEITOS DE UTI E MORTES POR COVID-19 NO VALE DO AÇU

Na sessão ordinária por Sistema de Deliberação Remota (SDR) realizada nesta quinta-feira (28), o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) usou o tempo dele para fazer um apelo ao Governo do Estado com relação aos leitos do UTI que atendam a população do Vale do Açu.

O parlamentar mencionou a tristeza da família do cidadão assuense Ricardo Ferreira, que faleceu nesta quarta-feira (27) após acidente com traumatismo craniano e encaminhamento para o município de Mossoró, onde necessitou de um leito de UTI que não tinha disponível.

“É uma perda irreparável e é mais uma perda desse governo estadual irresponsável, um governo que se elegeu e diz que recebeu o estado em uma situação difícil. O povo não quer mais saber disso. Quantas vítimas falecerem desde ano passado que não conseguiram leito de UTI”?, questionou Nelter.

Conforme o deputado, até esta altura já foram 16 óbitos pela Covid-19 no Vale do Açu por falta de leito de UTI no Hospital Regional. “O governo não tem respeito pela região. Estou cobrando do estado o que eles cobravam no passado”, disse.

ADUTORA

Ao final de seu pronunciamento, Nelter Queiroz cobrou o funcionamento de adutora pra abastecer a comunidade de Laginhas, em Caicó, através do rio Piranhas.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.
Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Salmos 23:1-6

2 ª LIVE DO POETA FRANCISCO DAMIÃO ARRECADOU QUASE UMA TONELADA DE ALIMENTOS

A segunda Live promovida pelo poeta Francisco Damião arrecadou quase 1 tonelada de alimentos, além de produtos de higiene e Limpeza.

Todas as doações foram doados á instituições e famílias carentes do município de São José do Seridó.

O poeta agradece á todos os doadores, bem como aos profissionais que ajudaram na realização da Live, aos artistas que se apresentaram, a população e de outras regiões que fizeram com que a Live fosse esse grande sucesso.