SÃO JOSÉ DO SERIDÓ- “Ele está fazendo o que os gestores não fazem”- Diz Blogueiro em vídeo

O blogueiro Joan Siderley chamou a atenção das autoridades no que tange a  situação das estradas , em especial a RN 288 que liga Cruzeta/Acari e São  José do   Seridó á Caicó.

No vídeo o blogueiro destaca o trabalho voluntário que está sendo feito pelo cruzetense Iberildo. “Ele está fazendo o que os gestores deveriam fazer. Iberildo está fazendo o que os gestores não fazem”– Diz Joan.

Iberildo Barbosa tem se dedicado  a tapar  as crateras  que  existentes na Rodovia  288, entre as cidades  de Acari, Cruzeta e São  José do   Seridó.

Todo ano ele executa este mesmo trabalho e sem apoio de ninguém, do seu próprio punho.

Este cruzetense que está sendo chamado pelos motoristas e motociclistas  de herói das estradas pela sua atitude honrosa de recuperar  os milhares de buracos existentes na RN faz esse serviço todos os anos.

Iberildo faz reciclagem de gesso e na sua moto com um reboque percorre a RN concertado os buracos que é dever do governo do Estado já é quem recebe os tributos pagos em impostos além das constantes fiscalizações feitas pelo policiamento de trânsito.

Que preocupação é essa com a vida dos motociclistas e motoristas se o maior perigo é as condições das estradas?

Como se pode exigir  dos condutores de automóveis  e motos que estejam rigorosamente em dia se o que se ganha só dar para o sustento e para concertar veículos quebrados  e pneus estourados em virtude da buraqueira?

É legítimo o trabalho dos profissionais da segurança pública do DPRE -a  policia de trânsito-mas, não é justo se pagar tributo e não ter estradas de qualidade   onde se coloca a vida em risco de diariamente.

O trabalho de Iberildo precisa do apoio das gestões de São  José do   Seridó, Cruzeta e Acari, já que ele está fazendo um grande benefício para os proprietários de automóveis  e estas cidades estão sendo beneficiadas.

Um dever que é do governo do Estado mas que não está ligando para as estradas do interior.

DA REDAÇÃO

IMAGENS- JOAN SIDERLEY

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *