AL-RN: Nelter Queiroz fica indignado com deputados aliados do Governo do Estado e manda parlamentares criar “vergonha na cara”

 

O deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) teve participação assídua, nesta quinta-feira (30), durante sessão de deliberação remota da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A grande pauta do dia foi o alargamento do prazo de discussão da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que muda a previdência estadual e o adiamento da apreciação desta.

Durante suas explanações o parlamentar continuou coerente com o que vem defendendo desde o início dos debates e posicionou contrário ao texto atual da reforma da previdência, encaminhado pelo Governo do Estado, que atinge diretamente os servidores com menores salários e beneficia o funcionalismo público potiguar com altas remunerações.

Em alguns momentos de sua fala Nelter Queiroz ironizou afirmando que a governadora Fátima Bezerra (PT) “não teve coragem de ir contra os poderosos do Estado” e que “[o presidente] Bolsonaro salvou a governadora Fátima” quando concedeu mais tempo para os Estados viabilizarem a reforma de suas previdências”.

No auge da sessão o deputado fez forte e expressivo desabafo direcionado aos deputados da base governista que articularam e conseguiram viabilizar a retirada de pauta da PEC proposta pelo deputado oposicionista Tomba Faria (PSDB). A PEC em questão busca fortalecer o parlamento estadual e acabar com negociatas em torno do pagamento de emendas direcionadas aos municípios.

“Nunca vi uma imbecilidade tão grande em não querer fortalecer o Poder que você faz parte e levar os recursos aos municípios sem está se humilhando ao governo e a governadora”, desabafou Nelter.

O parlamentar emendou seu desabafo mostrando que a manobra realizada pelos deputados governistas poderia ser utilizada no futuro para barganhar a aprovação da reforma da previdência. “Vocês [deputados governistas] criem vergonha na cara. Vocês querendo tirar mais dinheiro dos trabalhadores e de um povo tão sofrido como o nosso, isso é uma vergonha”, exclamou.

Mas não parou por aí. Queiroz continuou seu desabafo: “É revoltante. É revoltante. Eu fico envergonhado quando esses deputados [aliados do governo] querem tirar mais ainda dos servidores mais humildes. Vamos tirar do Tribunal de Contas, dos desembargadores, dos juízes e dos promotores”, acrescentou.

Ao final de sua fala Nelter Queiroz voltou a afirmar que fica envergonhado com tal atitude dos deputados de situação porque sempre os pobres são sacrificados e os ricos e poderosos beneficiados. “O meu voto é a favor dos pobres e mais humildes, e penalizo os que ganham mais. Essa é a minha posição”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *