Doutora dos pobres, um exemplo de vida, a mãe de todos os bonitenses

Quem nasceu e se criou na cidade  de   São  José do  Seridó já sabe muito bem de quem estamos falando. Ela começou muito cedo, aos 18 anos já  ajudava a salvar vidas dando os primeiros passos na área da saúde, no hospital de Jardim do Seridó.

Como bem relatou o escritor Mário Moisés  ela atravessava rios e riachos em grandes cheias no objetivo de trazer mais uma vida ao mundo.Também era dela  a  tarefa de fazer campanhas solidarias para as mães pobres que não tinham como alimentar os recém nascido.

Contam que certa vez uma mulher estava sentindo as dores do parto e  o seus serviços de parteira foram solicitados. Ela saiu de casa deixando o marido e filhos e a bordo de um Jeep, só ela e  o motorista debaixo de uma chuva torrencial foi ao encontro desta mãe, e, a chegar ao local descobriu que não havia acesso para o automóvel.

A Doutora dos pobres avistou uma escada no oitão da casa e foi até o motorista e avisou a ele que teria de ter certa pressa dada o quadro de saúde da paciente. Ela pegou a escada, forrou com um colchão, amarrou a paciente nesta maca improvisada, e, juntamente com o motorista a levaram até onde havia chegado o carro. E assim trouxe mais uma vida ao mundo além de salvar a vida da mãe.

Esta mulher que serviu e serve á  São  José do  Seridó, que mesmo passando por importantes cargos políticos na cidade, não perdeu sua humildade  e com mais de 50 anos de serviços prestados  a comunidade de São José do  Seridó, antes São José da Bonita merece todo carinho, respeito e gratidão. Francisca Enfermeira.

 

HOMENAGEM DO NOSSO PORTAL DE NOTÍCIAS A ESTA GRANDE MULHER