SÃO JOSÉ DO SERIDÓ- Moradores reclamam de que falta água nas torneiras mas CAERN continua enviando talões de cobrança

Resultado de imagem para torneira sem água

‘’-Sem água mais com cobrança. Falta-nos  água mas a CAERN não esquece do talão-‘’, São estes os comentários revoltados dos moradores da cidade  de   São  José do Seridó que reclamam de receber o talão da CAERN todo mês, porém água que é bom nada, tem que comprar aos comerciantes de água e também  pagar a concessionaria estatal do RN (CAERN).

O secretário de Assistência  Social , Francisco Touchér publicou em seu portal de noticias  que  a   população de São José do Seridó, está revoltada com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), pois segundo denúncias, desde novembro que várias ruas tiveram o abastecimento desligado, mesmo assim, todos os meses a conta chega.

Uma professora residente na Rua Dalva Cirne, entrou em contato com a nossa reportagem, e disse que a Leitura do mês de dezembro de 2017 do seu hidrômetro foi de 866, mesma leitura tirada agora no começo de janeiro de 2018, ou seja, consumo zero, no entanto, ao invés de cobrar apenas a taxa de esgoto, a CAERN, cobrou R$ 54,00, como se tivesse tido o consumo mínimo de até 10m².

A outra denúncia, vem de um morador da Rua Manoel Theodoro no Centro de São José do Seridó, pois segundo o consumidor, desde outubro que não pinga uma gota nas torneiras, mas apenas ar, no entanto, registra-se neste período um consumo de 4m², mas a CAERN continua mandando entregar a fatura, inclusive com aviso de corte e  negativar o consumidor no  SPC/SERASA.

Entramos em contato com o assessor do Deputado Estadual Nelter Queiroz,  Jackson Filho, que nos atendeu prontamente, e já foi requerido a CAERN, que não cobre, mas dos são-joseenses o consumo de água, enquanto não for regularizado o abastecimento. Ficando a mesma autorizada, apenas à cobrar a taxa de Saneamento Básico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *