Paulo Henrique Amorim sofre punição e é desligado da Record após detonar Bolsonaro

Um dos nomes mais importantes da TV Record, Paulo Henrique Amorim não faz mais parte do “Domingo Espetacular”. A emissora puniu o jornalista, que estava no comando da revista eletrônica há 14 anos, por conta das críticas contrárias que ele faz ao governo Bolsonaro. Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro devem seguir como substitutos do comunicador na atração exibida aos domingos. As informações são do site Notícias da TV, do portal Uol.

Em nota, o canal de Edir de Macedo confirmou o afastamento de Paulo Henrique, conhecido por ter uma postura egocêntrica e também por tratar mal os colegas de trabalho nos bastidores. “O Domingo Espetacular, a partir deste domingo, 30/06, será apresentado por Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro. Paulo Henrique Amorim deixa o programa e permanece na emissora à disposição para novos projetos. As mudanças fazem parte do processo de reformulação do jornalismo da Record TV, que está sendo implementado pelo vice-presidente de jornalismo da Record TV, Antonio Guerreiro, desde janeiro deste ano”, diz o comunicado.

Vale lembrar que o mesmo deve acontecer com Rachel Sheherazade. O dono da Havan, uma das patrocinadoras do SBT, incorporou Salomé e pediu a Silvio Santos a cabeça da jornalista, que também tem feito comentários inflamados contra o presidente.

fonte: portalnoar.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.