Povo Solidário-Comunidade entrega cestas básicas para policiais militares na zona Sul de Natal

Com salários atrasados e sem condições de se manterem, policiais militares estão recebendo doações de cestas básicas desde o início da tarde desta sexta-feira (5). Cerca de 200 cestas foram arrecadas no 5° Batalhão de Polícia Militar, no bairro de Neópolis, zona Sul de Natal.

O número de cestas deve aumentar, já que as doações continuam chegando à sede do batalhão. Para o tenente-coronel João Sérgio Fagundes, o gesto da população é um ato de reconhecimento aos serviços prestados pela PM.

“Não tem como mensurar. Eu só posso entender que é a lei do retorno. Dar e receber. Nós tentamos dar a segurança da melhor forma possível e estamos recebendo esse reconhecimento nesse momento difícil”, analisou.

Viviane Cabral, uma das organizadoras da ação, enfatiza a opinião do militar. “Ajudar os policiais é o nosso principal objetivo. Os policiais sempre nos ajudaram no dia a dia, saindo das suas casas para proteger as nossas. Então, nos vimos na obrigação de fazer essa campanha para ajudar”, falou.

Ainda segundo o tenente-coronel a distribuição está sendo feita de acordo com as necessidades dos policiais. “Nós vamos distribuir com o 5º batalhão e com mais alguém que tenha necessidade”, destacou.

O coronel Fagundes ainda acrescentou que está arquitetando uma forma de ajudar os agentes da segurança pública além da alimentação.

“Estamos fazendo uma triagem daqueles que mais necessitam. Nesses casos, nós vamos chegar juntos com mais de uma cesta, com ajuda financeira, algo nesse sentido”, concluiu.

Influência

Fagundes acredita que ação elaborada pelos moradores da região Sul de Natal pode refletir em outras áreas da capital. “Toda a sociedade está influenciada por isso. Estou recebendo o contato de companheiros de outros batalhões de fora do RN. Todos sensibilizados com a situação que estamos passando”, disse.

A sede do 5º Batalhão fica na Rua Monte Carmelo, s/n, no bairro de Neópolis. O número de contato do batalhão é (84) 3232-2284.

Por Heilysmar Lima

GOVERNO DO RN ESTUDA VENDER CENTRO DE CONVENÇÕES, AÇÕES DE POTIGÁS E CEASA

reunião Robinson com bancada federal
O Governo do Estado apresentou aos parlamentares a realidade fiscal e financeira, além de fazer um balanço do Tesouro Estadual e do controle de gastos e custeio em investimentos feitos desde 2015. De acordo com os dados, o Rio Grande do Norte conta com cerca de 100 mil servidores, entre ativos, inativos e pensionistas, com um déficit identificado na previdência estadual da ordem de R$ 132 milhões ao mês, complementados pelo Poder Executivo. Foi identificado um crescimento de 78,6% na folha de pagamento dos inativos, nos últimos três anos, aliado a crise econômica nacional e a queda de 10% nos recursos federais e quase 23% na receita, se somados os âmbitos estadual e federal.
Como contramedida, o governador Robinson Faria anunciou que o Estado alcançou reduções em diversos setores, como; 12% no consumo de combustíveis, 30% na telefonia, 80% no número de estagiários, 25% no número de servidores terceirizados e o desligamento de 1.500 servidores que não responderam ao censo. Ao final do encontro, ficou decidido que a bancada atuará em duas frentes, a primeira junto aos deputados estaduais na aprovação de projetos de lei que auxiliem a redução de gastos e ajustes nas contas, e a segunda frente em Brasília, onde será cumprida uma agenda de encontros e reuniões junto aos órgãos da União.
INICIATIVAS
Entre as providências a serem adotadas pelo Estado, para que se adeque aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, estão a demissão de servidores com acúmulo de cargos, redução de cargos comissionados, demissão de celetistas aposentados e cumprimento de decisão judicial do STF que obriga a demitir servidores não-concursados. E ainda, edição de decreto para suspender a concessão de licenças-prêmio, atualização da avaliação de imóveis do Fundo Garantidor das PPP’s do Estado para posterior avaliação e a extinção de celulares funcionais e redução de carros oficiais.
Entre as medidas que dependem da aprovação da Assembleia Legislativa estão a extinção de órgãos da administração; venda de ações da Potigás; venda de ativos imobiliários: Centro de Convenções, Centro de Turismo, Ceasa, DER e outros. O secretário Vagner Araújo fez a última exposição da reunião, apresentando à bancada algumas ações que o governo vem efetivando na área de gestão e obras que o vem sendo realizadas pelo Governo do Estado com recursos que não podem ser utilizados para pagamento de salários.
O governador Robinson Faria irá convidar também a bancada de deputados estaduais, na próxima semana, para que eles acompanhem a mesma exposição e conheçam os projetos que serão encaminhados à Assembleia Legislativa. Participaram da reunião os senadores Garibaldi Filho, Fatima Bezerra e José Agripino Maia, além dos deputados federais Fábio Faria, Antônio Jacome, Walter Alves, Rogério Marinho, Zenaide Maia, Beto Rosado e Rafael Motta. O vice-governador, Fábio Dantas, também estava presente.