2020 – Carlos Felipe o Fera

Arquivar 2020

Polícia Civil do RN fecha fábrica clandestina que produzia álcool em gel com gel de cabelo

Uma fábrica clandestina de álcool em gel foi fechada nesta quinta-feira (27) em Currais Novos, no Seridó Potiguar, pela Polícia Civil. O responsável pelo local, um professor de Química da rede estadual, usava gel de cabelo, álcool e outros produtos para a fabricação. A polícia chegou até o local após um chamado da vigilância sanitária municipal.

A fábrica funcionava nos fundos da casa do professor, mas ele não foi preso, porque não estava na residência quando a polícia chegou. O suspeito se apresentou no dia seguinte, acompanhado de um advogado, na delegacia.

Segundo o delegado Paulo Ferreira, titular da delegacia de Currais Novos, o produto era vendido no comércio da cidade, inclusive para farmácias. Em depoimento, o suspeito contou que repassava por R$ 10 cada 500 ml da solução.

Aos policiais civis, o professor de Química garantiu que seu produto tem concentração de 70%, e que serve para a limpar as mãos e objetos. O álcool em gel tem sido bastante procurado após a pandemia do novo coronavírus, pois serve como forma de higienização para evitar o contágio.

Todo o material foi apreendido. O delegado afirma que as amostras encontradas na fábrica clandestina serão analisadas pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP). Por não ter sido detido em flagrante, o homem responderá ao processo em liberdade.

Ainda de acordo com o delegado Paulo Ferreira, ele pode ser condenado por falsificação e produção de substâncias terapêuticas ou medicinais sem autorização da Anvisa, com pena de 10 a 15 anos de prisão, e ainda ainda pelo crime ambiental de produzir substâncias que causem danos à saúde humana também sem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Este prevê pena de um a quatro anos de reclusão.

POR ISMAEL MEDEIROS

O momento é de prevenção

A Pandemia COVID 19 não é única doença que assusta a saúde pública do Brasil. Em tempos de chuvas abundantes é bom se precaver de outras doenças que também se deve ter cuidado como as transmitidas pelo mosquito aedes egypts.

Manter os reservatórios de água protegidos é um destes cuidados. È bom que se ressalte que em períodos como estes influenza também aparece e bom se prevenir.

Manter a casa bem higienizada, fazer as higienes pessoais, também é um bom caminho.

Portanto este isolamento social não é algo de se desobedecer pois é primordial na saúde de todos.

IPUEIRA- Irmão do Prefeito Galego Paiva morre após acidente na RN 118

Faleceu nesta sexta feira,27, José Marcejio Paiva, irmão de Galego Paiva- atual prefeito de Ipueira- RN.

Marcejio- conhecido como China- havia sido colhido por um veículo nesta madrugada, na rodovia RN 118, porximo á São João do Sabugí.

Ele havia se submetido á uma cirurgia e estava na UTI do Hospital Regional do Seridó, não resistindo e vindo a óbito.

Informações – Alcino

Coordenador do Grupo Ernesto Macedo fala da paralisação das cavalgadas e da Cavalgada de São José

O Coordenador do Grupo de Cavalgadas Ernesto Macedo de São José do Seridó em contato com a reportagem do Blog do Carlos Felipe informou que pelo menos até abriu as cavalgadas estão paradas em virtude da Pandemia COVID 19.

Duduca ressaltou ainda que algumas cavalgadas que estavam programadas para acontecer foram desmarcadas e que possivelmente em Abril, se tudo estiver bem , voltarão á acontecer.

Quando ao grupo Ernesto Macedo o coordenador disse que aguarda o decorrer desta pandemia e que assim que houver uma sinalização de que não haverá perigo o grupo voltará participar das cavalgadas.

Ainda sobre a já tradicional cavalgada de São José, uma das maiores do interior do Estado, Duduca disse que está aguardando e que se no período (Setembro) a Corona Vírus já estiver equilibrada, ou seja, tiver acabado o surto, ela acontecerá.

HOMICÍDIO REGISTRADO EM SÃO JOSÉ DO MIPIBU

Um homicídio foi registrado nesta sexta feira,27, em Pau Brasil,São José de Mipibu.


Vítima identificada como “PIA DO JOGO DO BICHO”
O mesmo estava em uma casa de jogos, quando homens chegaram é dispararam várias vezes contra o mesmo.

Os suspeitos aproveitaram a ocasião e realizarem um arrastão no restante das pessoas que estavam no ambiente elevando os pertences das pessoas inclusive aparelhos celulares.

Fonte: Cláudio Dantas

CAICÓ- Depois de 46 anos, médica obstetra Inês Guerra se despede dos plantões do Hospital do Seridó

Depois de 46 anos, médica obstetra Inês Guerra se despede dos plantões do Hospital do Seridó.

A médica obstétrica Maria Inês Guerra deu seu último plantão no Hospital do Seridó nesta quinta-feira (26).

Depois de 46 anos à frente dos plantões do Hospital decidiu descansar e cuidar da saúde.

“Já estou aposentada pelo INSS há mais de 10 anos e pelo Estado há 2 anos. Resolvi ficar no plantão da obstetrícia sem vínculo. Passei uns dois anos e depois comecei a perceber que já tinha cumprido minha missão e era hora de deixar para os mais novos”, explicou ao Blog do Marcos Dantas.

A médica que nasceu em Parelhas e veio morar em Caicó quando tinha seis anos de idade perdeu as contas de quantas crianças vieram ao mundo pelas suas mãos.

“Basta você multiplicar aí uma média de 20 a 30 crianças por mês desde 1974”, brincou.

No seu último dia de plantão, Dra. Inês Guerra acabou recebendo uma homenagem de seus colegas médicos e alguns enfermeiros.

A ideia da festa surpresa foi do amigo de longas datas e diretor-clínico do Hospital do Seridó, médico José Fernandes que fez um desabafo emocionante.

Além dele outros colegas de trabalho também fizeram questão de expressar palavras de gratidão a médica.

POR MARCOS DANTAS

Facções têxteis do Seridó podem produzir máscaras de proteção a baixo custo

Empresários do mercado têxtil da região Seridó estão buscando uma segunda alternativa de produção e assim controlar a oferta de máscaras.

Em meio à pandemia do Coronavírus, a alternativa encontrada pelos empresários deste setor foi de fabricar máscaras a um baixo bem baixo.

A Riachuelo, detentor da produção das facções têxteis do Seridó, abraçou a ideia e já está buscando junto à Anvisa as informações sobre os protocolos.

“É ótimo aproveitar o que já existe no Seridó e vender para quem não tem”, disse o advogado Dr. Sildilon Maia, que defende algumas dessas facções têxteis.

POR JAIR SAMPAIO

PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE CAICÓ, DIEGO VALE DEFENDE SOCORRO AO PRODUTOR RURAL

Recentemente apresentado pelo Solidariedade como pré-candidato a prefeito de Caicó, Diego Vale defendeu ações do poder público para socorrer o trabalhador da zona rural nesse período de crise com a pandemia do coronavírus.

Quem já declarou apoio a pré-candidatura de Diego Vale foi o presidente da FAERN – Federação da Agricultura do RN, José Vieira, que é uma das lideranças estaduais do Solidariedade.

“O Seridó cresceu com a pecuária de leite e se tornou a maior bacia leiteira do RN, apesar de sofrer com as sucessivas secas. Também sempre fomos reconhecidos pela nossa produção agrícola. Hoje, nossos produtores rurais, da agricultura familiar ao grande produtor, precisam de socorro do poder público”, defendeu Diego Vale, lembrando que homem do campo não está conseguindo vender seu leite, seu queijo e sua produção em geral.

Como sugestões, Diego defendeu a realização da compra dos produtos pelos Municípios para distribuição com população vulnerável, seguindo as regras sanitárias. Outras sugestões seriam a realização de campanha educativa para população criar o hábito de comprar aos produtores da região e a assistência para população rural vulnerável com distribuição de cesta básica e material de higiene.

“Uma prioridade deve ser a adaptação das feiras livres, garantindo a vigilância sanitária e protegendo vendedores e consumidores”, exemplificou Diego, que também defendeu a criação de microcrédito para o produtor rural por parte da Agência de Fomento do RN.

A FONTE

Em nota atual presidente da Câmara lamenta a morte do ex vice prefeito Boró

Josué Gomes Filho- foi vice- prefeito, vereador e presidiu á câmara em 4 oportunidades

O atual presidente da Câmara de Vereadores de São José do Seridó, vereador José Carlos Dantas da Costa, publicou nota em nome do poder legislativo municipal lamentando a morte do ex vice Prefeito que passou pela presidência da casa legislativa por 4 oportunidades.

Josué Gomes Filho – Boró – foi presidente da Câmara de vereadores de São José do Seridó nos exercícios 1991 á 1992, 1997 á 1998, 2001 á 2002 e 2003 á 2004.

Mensagem do ex- prefeito Jackson Dantas á São José do Seridó pelos seus 57 anos de emancipação

Momento de festejar nossa São José do Seridó, nossa Terra da Bonita, cidade maravilhosa e de povo incrível, que hoje comemora sua emancipação política!A São José do Seridó, minha querida terra Natal, dediquei minha vida, minha história e minhas lutas!Foi aqui que nasci, foi aqui que cresci, foi aqui que formei minha família, foi aqui que escolhi viver e é aqui onde ficarei pra sempre, até à eternidade!Sem São José do Seridó eu não teria alegria em meu coração! Sem São José do Seridó jamais teria forças pra ter superar as dificuldades que a vida impõe! Sem São José do Seridó eu jamais seria quem sou!A São José do Seridó e aos meus conterrâneos deixo meus parabéns, rendo todas minhas homenagens e deixo registrado meu amor incondicional!São José do Seridó é a alegria de viver de Jackson Dantas e sem São José do Seridó Jackson Dantas não existiria!

Jackson Dantas

São José do Seridó- 57 anos de emancipação política

A pacata São José do Seridó sobressaiu entre tantas outras pequenas cidades do interior do Estado, em especial do Seridó, graças á seu povo trabalhador, honesto, inteligente e sobretudo que ama sua terra.

Emancipação é um substantivo feminino. A palavra vem do Latim emancipare, que significa “declarar alguém livre” (ex-, que significa “fora” e mancipare, que significa “entregar, transferir, vender”), que por sua vez vem de mancipium (“qualidade de proprietário”, de manus (“mão”).

O significado de Emancipação é abordado com a ação de tornar-se ou ser livre ou independente.

Pois bem! Em 26 de maio de 1962, o vereador MOIZÉS SÁTIRO DA SILVA, apresentou o projeto de lei n º 2.793, pedindo que fosse desmembrado a área de 186 Km² para o município de SÃO JOSÉ DO SERIDÓ – RN, na época governava Jardim do Seridó, o Sr. Prefeito municipal JOAQUIM ALVES DA SILVA, iniciando a criação do município de São José do Seridó -RN.

A lei foi homologada pela Assembléia Legislativa em 26 de março de 1963 , Lei nº 2.841 e publicada no Diário Oficial do Estado em 26 de março de 1963. Em 03 de abril de 1963, o SR. JOÃO RAIMUNDO PEREIRA foi nomeado prefeito interino de SÃO JOSÉ DO SERIDÓ – RN, pelo o Exmo. Sr: Dr. ALUÍZIO ALVES, Governador do Estado.

São 57 anos de uma história de lutas e de vitórias e de muito trabalho para que se tornasse a cidade espelho do Estado.

A cidade que hoje encanta o Estado pelo seu desenvolvimento é espelho para todo o Estado em desenvolvimento sobretudo considerada uma das melhores cidades do RN para se viver.

Fotos: Red Drone/ Carlos Felipe/ Jair Sampaio / Marcos Moreira e Mega Foto

OAB- RN recomenda para que profissionais juristas municipais realizem suas tarefas por meio de teletrabalho

A ordem dos advogados do Brasil do Estado do RN , através do seu presidente Aldo Medeiros Lima Filho e do Presidente da Comissão Especial de Advogados Municipalistas Mozart de Paula Batista Filho , divulgou nota com recomendação onde recomenda aos Municípios do Estado do Rio Grande do Norte que os Advogados Públicos Municipais (Procuradores Municipais, Procuradores Legislativos, Assessores Jurídicos, Advogados, dentre outras possíveis nomenclaturas) realizem suas tarefas por meio do teletrabalho, tal como orientado para toda a Advocacia privada.

OAB/RN – Comissão Especial de Advogados Municipalistas

RECOMENDAÇÃO

Considerando o atual cenário afetado pela pandemia do Coronavírus e as medidas implementadas pelo Poder Judiciário nacional e estadual, a OAB/RN recomenda aos Municípios do Estado do Rio Grande do Norte que os Advogados Públicos Municipais (Procuradores Municipais, Procuradores Legislativos, Assessores Jurídicos, Advogados, dentre outras possíveis nomenclaturas) realizem suas tarefas por meio do teletrabalho, tal como orientado para toda a Advocacia privada.

Com isso, estaremos nos integrando ao esforço comunitário mundial para sustar o grande avanço dos efeitos do Coronavírus.

O momento pede equilíbrio e união em torno de uma causa maior: o cuidado com a saúde pública e a segurança sanitária.

Natal, 25 de março de 2020.

ALDO DE MEDEIROS LIMA FILHO-

Presidente da OAB – RN

MOZART DE PAULA BATISTA FILHO

Presidente da Comissão Especial de Advogados Municipalistas

Pronunciamento de Bolsonaro pega mal no meio político, gera repúdio e pedidos de impeachment

Políticos e autoridades reagiram ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre a pandemia do coronavírus na noite desta terça-feira (24). O presidente pediu a “volta à normalidade”, o fim do “confinamento em massa” e disse que os meios de comunicação espalharam “pavor”.

Desde notas de repúdio à fala do presidente, até ratificação de pedido de impeachment de Bolsonaro. A maioria das maiores autoridades políticas do Brasil e ex-aliados do presidente criticaram o discurso.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), divulgou uma nota na qual classificou a fala de Bolsonaro como “grave” e disse que o país precisa de uma “liderança séria”. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o pronunciamento “foi equivocado ao atacar a imprensa, os governadores e especialistas em saúde pública”.

Veja, abaixo, a repercussão ao pronunciamento:

Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado

“Neste momento grave, o País precisa de uma liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da sua população. Consideramos grave a posição externada pelo presidente da República hoje, em cadeia nacional, de ataque às medidas de contenção ao Covid-19. Posição que está na contramão das ações adotadas em outros países e sugeridas pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS). Reafirmamos e insistimos: não é momento de ataque à imprensa e a outros gestores públicos. É momento de união, de serenidade e equilíbrio, de ouvir os técnicos e profissionais da área para que sejam adotadas as precauções e cautelas necessárias para o controle da situação, antes que seja tarde demais. A Nação espera do líder do Executivo, mais do que nunca, transparência, seriedade e responsabilidade. O Congresso continuará atuante e atento para colaborar no que for necessário para a superação desta crise.”

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara

“Desde o início desta crise venho pedindo sensatez, equilíbrio e união. O pronunciamento do presidente foi equivocado ao atacar a imprensa, os governadores e especialistas em saúde pública. Cabe aos brasileiros seguir as normas determinadas pela OMS e pelo Ministério da Saúde em respeito aos idosos e a todos que estão em grupo de risco. O Congresso está atento e votará medidas importantes para conter a pandemia e ajudar os empresários e trabalhadores. Precisamos de paz para vencer este desafio.”

Felipe Santa Cruz, presidente da OAB

“Entre a ignorância e a ciência, não hesite. Não quebre a quarentena por conta deste que será reconhecido como um dos pronunciamentos políticos mais desonestos da história.”

Gilmar Mendes, ministro do STF

“A pandemia da Covid-19 exige solidariedade e co-responsabilidade. A experiência internacional e as orientações da OMS na luta contra o vírus devem ser rigorosamente seguidas por nós. As agruras da crise, por mais árduas que sejam, não sustentam o luxo da insensatez. #FiqueEmCasa”

Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro

“Na manifestação em cadeia de rádio e TV, o presidente da República contraria as determinações da Organização Mundial de Saúde. Nós continuaremos firmes, seguindo as orientações médicas e preservando vidas. Eu peço a vocês: por favor, fique em casa.”

Helder Barbalho (MDB), governador do Pará

“Em relação ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, eu respeito a opinião de todos, mas não me furto a reafirmar nossa linha de ação. Nós buscamos, desde o início, as orientações dos técnicos, dos médicos, das autoridades e também dos países que já passaram pelo pior da crise. O caminho que o Governo do Pará buscou foi o do bom senso, o do equilíbrio.”

Alexandre Frota (PSDB-SP), deputado federal

“Nosso pedido de impeachment está nas mãos do @RodrigoMaia . Feito por grandes advogados . Rodrigo espero que Leia com atenção.”

Joice Hasselmann (PSL-SP), deputada federal

“Em relação ao pronunciamento do PR sobre o CORONAVÍRUS concluo: @jairbolsonaro foi IRRESPONSÁVEL, INCONSEQUENTE E INSENSÍVEL! O Brasil precisa de um LÍDER com sanidade mental. Todas as chances que o PR teve de acertar ele mesmo jogou fora. ERRA E SE ORGULHA DO ERRO ESTÚPIDO.”

Janaina Paschoal (PSL-SP), deputada estadual

“Os brasileiros deveriam anotar os nomes dos empresários, dos apresentadores de TV e dos políticos que, em meio a contaminações, mortes, velórios sem abraços, cremações isoladas… tiveram a ousadia de dizer que estão acima dos demais… que não são passíveis de contaminação… Eles acreditam que seus cargos, seus dinheiros, sua fama fazem deles intocáveis. Anotemos os nomes deles… eles não são Deus! Abomináveis todos! Nojo é o que eu sinto olhando para a cara de cada um deles!”

Rodrigo Pacheco (DEM-MG), senador

“A fala do presidente não esclarece. Ao contrário, gera dúvida sobre o comportamento a ser seguido pela população, cuja boa parte é formada não por atletas, mas por idosos, diabéticos, hipertensos, estressados e deprimidos. O governo precisa ter unidade no discurso, seja qual for.”

Kim Kataguiri (DEM-SP), deputado federal

“URGENTE: pronunciamento de Bolsonaro IRRESPONSÁVEL E OPORTUNISTA.”

José Serra (PSDB), ex-ministro da Saúde

“O pronunciamento do presidente foi na contramão do mundo e da realidade apresentada pelo seu @minsaude: já são mais de 2.200 casos confirmados de coronavírus no Brasil e 46 mortes, sendo 40 no estado de São Paulo. Estamos em meio a uma pandemia que não deve ser minimizada. É preciso reconhecer que a economia não vai se recuperar de forma imediata e que é preciso fortalecer o SUS, mediante a operacionalização de um fundo que disponha dos recursos e da agilidade necessários ao combate às consequências do #coronavírus.”

José Ricardo Roriz, vice-presidente da Fiesp

“O Ministério da Saúde tem feito um excelente trabalho de como lidar com essa crise, seguindo o exemplo do mundo inteiro. Não há dúvidas de quem está com a razão.”

Leila do Vôlei (PSB-DF), senadora

“O lamentável discurso do presidente da República vai na contramão das orientações da Organização Mundial da Saúde, de líderes mundiais, especialistas e até do Ministério da Saúde, que tem feito um bom trabalho. Minimizar a pandemia a uma gripezinha é ignorar o cenário mundial e desprezar a dor das famílias que perderam entes queridos. É preciso união e sobriedade das lideranças para vencer esta crise. O papel de um líder é orientar e não gerar dúvidas. A incerteza coloca a vida dos brasileiros em risco.”

Renato Casagrande (PSB), governador do Espírito Santo

“Pronunciamento do Pres.Jair Bolsonaro foi desconectado das orientações dos cientistas, da realidade do mundo e das ações do Ministério da saúde. Confunde a sociedade, atrapalha o trabalho nos Estados e Municípios, menospreza os efeitos da Pandemia. Mostra que estamos sem direção.”

Wellington Dias (PT), governador do Piauí

“É difícil não se manifestar frente ao discurso do Presidente da República, que vai contra todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde. Nós vamos seguir o que a ciência nos comprova. O Piauí mantém todas as suas medidas de prevenção à Covid-19”.

Antonio Anastasia (PSD-MG), senador

“Consideramos grave a posição externada pelo Presidente da República hoje, em cadeia nacional, de ataque às medidas de contenção ao Covid-19. Posição que está na contramão de ações adotadas em outros Países e sugeridas pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS).”

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente

“Eu não ia voltar ao tema, mas o presidente repetiu opiniões desastradas sobre a pandemia. O momento é grave, não cabe politizar, mas opor-se aos infectologistas passa dos limites. Se não calar estará preparando o fim. E é melhor o dele que de todo o povo. Melhor é que se emende e cale.”

João Amoêdo, ex-presidente do Partido Novo

“O pronunciamento do presidente é inaceitável. Temos um quadro muito grave e incerto pela frente. Ele deveria vir a publico amanhã, apresentar um plano, mostrar a gravidade da situação, demostrar equilíbrio e bom senso. Ou renunciar ao cargo.”

Enio Verri (PT-PR), deputado federal

“Bolsonaro é um irresponsável. O discurso que fez hoje à noite e é extremamente grave, pois contraria cientistas de todo o mundo e até as orientações dadas pelo Ministério da Saúde. Ao defender a flexibilização do confinamento social, expõe ao risco de morte milhares de brasileiros, inclusive nossas crianças. Não está a altura do cargo que ocupa.”

Humberto Costa (PT-PE), senador

“Bolsonaro chamou o #Covid19 de ‘gripezinha, resfriadozinho, histeria’, num gesto de desrespeito às vítimas fatais, suas famílias e todo o país. Atacou a imprensa uma vez mais. Em vez de tentar se restaurar no cargo de presidente, usou sua fala para ridicularizar o grave momento.”

Randolfe Rodrigues (Rede-AP), senador

“IRRESPONSÁVEL! Enquanto todos os chefes de Estado DO MUNDO se pronunciam de forma LÚCIDA, Bolsonaro entrega nosso povo ao caos! Vai p/ rede nacional questionar o isolamento social e volta a chamar de ‘gripezinha’ um vírus que tem matado milhares de pessoas! O @jairbolsonaro tem que perguntar p/ as 46 famílias, que até o dia de hoje já perderam seus entes queridos em decorrência do coronavírus, se elas acham que o Coronavírus é uma ‘gripezinha’. Irresponsável!”

Alessandro Molon (PSB-RJ), deputado federal

“Quando a população esperava um plano de ação robusto, Bolsonaro mostrou que se desconectou de vez da realidade. Em pronunciamento que atingiu o ápice da irresponsabilidade, negou a gravidade do novo coronavírus, insistiu que se trata de uma ‘gripezinha’ e convocou as pessoas a voltarem às ruas. Segue na contramão de líderes mundiais que prezam pela sua população. É um crime contra a vida do povo brasileiro.”

Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão

“Pronunciamento de hoje mostra que há poucas esperanças de que Bolsonaro possa exercer com responsabilidade e eficiência a Presidência da República. Os danos são imprevisíveis e gravíssimos.”

José Guimarães (PT-CE), deputado federal

“Bolsonaro coloca a população brasileira em risco! Em pronunciamento, desdenha do avanço da Covid-19, ataca a imprensa e debocha da ciência. Empatia zero com as mortes causadas pela pandemia e completa falta de noção da grave situação que estamos vivendo. #BolsonaroGenocida. Discurso do Bolsonaro é um show de ignorância. Muito fácil e cômodo para ele minimizar a pandemia do coronavírus, se ele ficar doente terá um quarto de hospital, vários respiradores disponíveis e muitos profissionais. Infelizmente essa pode não ser a mesma realidade da população. Só um irresponsável fala isso. Enquanto o mundo e as autoridades sanitárias reconhece a gravidade da crises, Bolsonaro continua falando em gripezinha. O povo tá perdendo a paciência, #ForaBolsomaro @PTnaCamara @opovoonline @minorianacamara.”

Rogério Carvalho (PT-SE), senador

“Em mais um pronunciamento irresponsável, Bolsonaro volta negar a gravidade da Pandemia do #coronavírus. Nega a ciência, nega recomendações da OMS. GRAVÍSSIMA fala que deixa uma Nação em ALERTA!”

Fernanda Melchionna (PSOL-RS), deputada federal

“Gente @jairbolsonaro é surreal.Critica quem fez isolamento social e diz que é para manter a normalidade quando é urgente fazer a suspensão de atividades com garantias de direitos. Está na contramão da história.O problema é as vidas que estão cada vez mais em risco. #ForaBolsonaro. Temos um lunático governando o país. Só se preocupa com a “saúde” dos mercados. O pronunciamento dele é a negação da ciência, da experiência em países e da necessidade história de proteger nosso povo. A cada irresponsabilidade dele mais vidas perderemos #ImpeachmentDeBolsonaro. ‘O vírus chegou!’ Mas oq é isso? Pronunciamento de Bolsonaro é desrespeitoso e tenta convencer o povo de que a situação não é grave, tratando o coronavírus como uma ‘gripezinha’. É um desserviço a todos que estão lutando para salvar vidas que estão em risco! #ImpeachmentJá.

Com todo o respeito que tenho aos cavalos, Bolsonaro relinchando na televisão foi uma das mais trágicos pronunciamentos de presidentes. Esse pronunciamento tem que ser o último. #ImpeachmentDeBolsonaro. Gente esse pronunciamento de Bolsonaro tem que ser o último. Nós ajude na luta pela impedimento desse criminoso.”

Weverton (PDT-MA), senador

“O pronunciamento do presidente Bolsonaro vai na contramão da estratégia de combate ao coronavírus em todo o mundo. Irresponsável e inaceitável que ele insista em colocar vidas em risco, em nome dos resultado econômicos. Ainda bem que o STF devolveu autonomia aos governadores.”

Marcelo Freixo (PSOL-RJ), deputado federal

“Vimos em rede nacional um presidente desqualificado mentir, debochar e provocar um país que, apesar dele, luta bravamente e se une para enfrentar umas das maiores crises da história. A resposta dos brasileiros foi dada.”

Paulo Pimenta (PT-RS), deputado federal

“Pronunciamento em rede nacional comprova que os suíços estavam certos: Bolsonaro é o idiota mais perigoso do mundo!”

Jean Paul Prates (PT-RN), senador

“Ao invés de unir os brasileiros, o presidente da República, mais uma vez, volta a criticar a mídia, menospreza a pandemia e provoca o caos no país. É UM TOTAL DESGOVERNO! #coronavirus #pronunciamento.”

Eliziane Gama (Cidadania-MA), senadora

“A cada dia vemos que o presidente se supera. A Índia e o resto do mundo decretando quarentena e aqui a ordem do presidente é a aglomeração. Definidamente sem palavras pra definir tamanha irresponsabilidade.”

Flávio Bolsonaro (sem partido), senador

“@jairbolsonaro fala a verdade ao povo brasileiro: proteger os mais vulneráveis (idosos e com doenças pre-existentes) e retomar a normalidade no país! Outros líderes mundiais já esboçam iniciar o mesmo movimento. Com coragem, Presidente @jairbolsonaro faz pronunciamento para que onda do coronavírus seja menos mortal que a onda da recessão, logo a seguir.”

Eduardo Bolsonaro (sem partido), deputado federal

“Líderes mundiais se preparam para o fim do confinamento. Resguardar os grupos de riscos e permitir que a epidemia tenha sua natural curva de declínio – igual foi com o H1N1, que é mais letal do que o coronavírus – sem que com isso a recessão destrua todos os países.”

Vitor Hugo (PSL-GO), deputado federal

“Excelente pronunciamento do nosso Pres @jairbolsonaro ! A sua visão de estadista e a sua coragem em ir na contramão da histeria coletiva, construída sem critérios racionais, vão salvar as vidas de milhões de brasileiros. SALVAR VIDAS e PROTEGER EMPREGOS! Bandeira do Brasil#VamosVencerJuntos”

Marcelo Ramos (PL-AM), deputado federal

“Quando mais precisamos de um líder que una o país, mais ouvimos um presidente que luta contra inimigos imaginários. O povo preocupado em salvar as pessoas e o presidente preocupado em acirrar disputas políticas.

Além disso, é angustiante o presidente contraditando o ministro Mandetta o que confunde a população num momento que precisamos de segurança.”

Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), deputado federal

“Ao chamar a doença de uma gripezinha e dizer que está havendo uma histeria promovida pela imprensa, o chefe de Executivo ignora e desrespeita todas as vítimas e seus familiares. No Brasil, foram mais de 40 mortos pela doença. A Pandemia é encarada seriamente por chefes de estado do mundo inteiro. Devemos nesse instante seguir com as orientações das autoridades estatuais e municipais que, acertadamente, propuseram restrições nas cidades e estados que administram. Terra arrasada, senhor presidente, seria mandar o povo brasileiro para as ruas num momento crítico.”

PSDB

“Entre o discurso do presidente @jairbolsonaro e do Ministro @lhmandetta, fiquemos com o do Médico. Protejam-se… do vírus.”

Associação Brasileira de Imprensa (ABI)

“Na noite desta terça-feira, o País assistiu, estarrecido, a um pronunciamento em que o presidente Jair Bolsonaro minimiza os riscos da pandemia do Covid-19 e vai na contramão de todas as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde, tanto do Brasil, como do mundo. Tenta, também, responsabilizar a imprensa pela justificada apreensão que toma conta de todos.

Num momento em que milhares de vidas são ceifadas em outros países e que o coronavírus chega a nosso país de forma ameaçadora, fazendo as suas primeiras vítimas fatais, Bolsonaro refere-se à pandemia como uma “gripezinha” ou um “resfriadinho” e, ainda mais grave, recomenda que as medidas preventivas não sejam adotadas pelos brasileiros. Dessa forma, contribui para que o país não se prepare para enfrentar a grave situação que estamos vivendo.

Decididamente, num momento em que se exige serenidade e liderança firme e responsável, com seu comportamento irresponsável e criminoso o presidente mostra não estar à altura do importante cargo que ocupa.”

Carta dos secretários de Saúde do Nordeste

“Assistimos estarrecidos ao pronunciamento em cadeia nacional do Presidente Jair Bolsonaro, onde desfaz todo o esforço e nega todas as recomendações para combate à pandemia do coronavírus.

Não é nosso desejo politizar esse problema. Já temos dificuldades demais pra enfrentar. Não podemos cometer esse erro. Vamos continuar fazendo nosso trabalho. Não nos parece que a posição exposta pelo Presidente seja a do Ministério da Saúde, que tem se conduzido tecnicamente.

Percebemos, com espanto, os graves desencontros entre o pronunciamento do Presidente e as diretrizes cotidianas do Ministério da Saúde. Esta fala atrapalha não só o ministro, mas todos nós!

Sabemos que iremos enfrentar uma grave recessão econômica, mas o que nos cabe lidar diretamente é a grave crise sanitária.

Vamos seguir tocando nossas vidas com decisões baseadas em evidências científicas, seguindo exemplos bem sucedidos ao redor do mundo.

A grande maioria dos países do mundo, ocidentais e orientais, já firmaram seu curso no combate ao vírus e é este curso que o Nordeste Brasileiro seguirá.

Que Deus abençoe cada um de nós que pouco temos dormido. Que Deus nos abençoe!”

Sociedade Brasileira de Infectologia

Neste difícil momento da pandemia de COVID-19 em todo o mundo e no Brasil, trouxe-nos preocupação o pronunciamento oficial do Presidente da República Jair Bolsonaro, ao ser contra o fechamento de escolas e ao se referir a essa nova doença infecciosa como “um resfriadinho”.

Tais mensagens podem dar a falsa impressão à população que as medidas de contenção social são inadequadas e que a COVID-19 é semelhante ao resfriado comum, esta sim uma doença com baixa letalidade. É também temerário dizer que as cerca de 800 mortes diárias que estão ocorrendo na Itália, realmente a maioria entre idosos, seja relacionada apenas ao clima frio do inverno europeu. A pandemia é grave, pois até hoje já foram registrados mais de 420 mil casos confirmados no mundo e quase 19 mil óbitos, sendo 46 no Brasil.

O Brasil está numa curva crescente de casos, com transmissão comunitária do vírus e o número de infectados está dobrando a cada três dias.

VIA ISMAEL MEDEIROS

Caiado diz que rompeu com o governo; ‘Não tem mais diálogo com esse homem’

FOTO- MAIS GOIÁS

governador de Goiás, Ronaldo Caiado, disse que não tem mais diálogo com o governo do presidente Jair Bolsonaro. “Não tem mais diálogo com esse homem. As coisas têm que ter um ponto final”, afirmou Caiado.

Caiado foi o responsável pela indicação de Luiz Henrique Mandetta para o Ministério da Saúde. Os dois são médicos formados pela mesma universidade. Caiado costuma brincar que Mandetta é seu calouro.

Caiado afirmou que falou por videoconferência com Bolsonaro, na manhã desta terça-feira (24), em um clima excelente.

Segundo Caiado, em nenhuma momento a conversa sobre a crise causada pela pandemia do novo coronavírus foi para o caminho de isolamento vertical e de exagero dos governadores.

À noite, Caiado disse que foi surpreendido com o alerta de um assessor sobre o teor do pronunciamento de Bolsonaro em rede nacional, completamente na contramão do que havia sido o tom da conversa horas antes, pela manhã.

No pronunciamento, fortemente criticado por políticos e entidades médicas, Bolsonaro voltou a minimizar a crise do novo coronavírus e deu declarações contrárias ao que autoridades de saúde têm alertado.

Caiado disse que as recomendações do presidente não alcançarão o estado de Goiás e, se for preciso, recorrerá ao Supremo e ao Congresso Nacional.

O governador de Goiás afirma que está tomando decisões baseado em ciência, em especialistas e no que diz a Organização Mundial de Saúde (OMS). E afirma que não vai adotar as determinações do presidente Bolsonaro. “Vai prevalecer o que eu determinei. As ações [de Bolsonaro] não vão alcançar o estado de Goiás”.

Por Natuza Nery

Comentarista de política e economia da GloboNews e da CBN


Família tem casa invadida por bandidos em Tibau e fica praticamente sem nada. Criminosos levaram até o carro da casa.

Cinco bandidos encapuzados e armados de escopeta 12, pistola e revolver. invadiram na madrugada de terça feira (24), uma casa na cidade Praia de Tibau distante 48 KM de Mossoró, na região do Litoral Oeste Potiguar e promoveram um verdadeiro arrastão.


Relatos de uma das vítima, que preferiu não ser identificada, os criminosos chegaram por volta das 02h00min, renderam todos da família e levaram o que puderam inclusive o carro da família, um Fox de cor azul com placas OJZ-2262.

A Pós a ação criminosa os bandidos fugiram em sentido ignorado.A família pede ajuda da população, no sentido de repassar informação sobre o paradeiro do veículo. 


Tem tiver qualquer informação ligar para 190 da Polícia Militar, ou 181 da Polícia Civil. Informações de moradores da cidade, dão conta de que os roubos com invasão de domicílios tem sido frequente em Tibau, sem que as autoridades adotem providências.

Fonte-Fim da Linha

Deputado Nelter Queiroz comunica suspensão de audiência pública sobre “Projeto Seridó”

Em virtude do Ato da Mesa 338/2020, emitido pela Assembleia Legislativa do RN, na última sexta-feira (13), todas as sessões solenes, homenagens, audiências públicas e demais eventos coletivos estão suspensos por tempo indeterminado em decorrência da pandemia causada pelo Novo Coranavírus.

“Neste sentido, a audiência pública proposta por nosso mandato, que debateria o ‘Projeto Seridó’, no próximo dia 30 de março, na Assembleia Legislativa do RN, está suspensa até que a normalidade se restabeleça”, frisou o parlamentar em comunicado emitido na tarde desta quarta-feira (25) em suas redes sociais.

Para as discussões foram convidados os deputados e senadores que compõem a bancada federal potiguar no Congresso Nacional, prefeitos e vereadores seridoenses, ministro Rogério Marinho (titular do Ministério do Desenvolvimento Regional), Christianne Dias Ferreira (diretora da Agência Nacional de Águas – ANA), João Maria Cavalcanti (titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – SEMARH), governadora Fátima Bezerra, Roberto Sérgio Ribeiro Linhares (presidente da CAERN) e Paulo Varella Neto (ex-presidente da ANA e atual presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu).

Em pronunciamento na TV, Bolsonaro pede reabertura de comércio e escolas e fim do ‘confinamento’

O presidente Jair Bolsonaro pediu, em pronunciamento em rede nacional de televisão e rádio exibido na noite desta terça-feira (24), a reabertura do comércio e das escolas e o fim do “confinamento em massa”. As medidas têm sido utilizadas no combate ao novo coronavírus , que já deixou 46 mortos no país .

Durante o pronunciamento, houve panelaço em todas as regiões do país. E logo em seguida, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre,  rebateu Bolsonaro: ‘Brasil precisa de liderança séria, responsável e comprometida com vida e saúde da população’

— Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa. O que se passa no mundo tem mostrado que o grupo de risco é o das pessoas acima de 60 anos. Então, por que fechar escolas? — questionou Bolsonaro.

O presidente afirmou que o coronavírus “brevemente passará” e afirmou que a vida “tem que continuar”:

— O vírus chegou. Está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar. Os empregos devem ser mantidos. O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade.

De acordo com Bolsonaro, são “raros” os casos de vítimas fatais entre pessoas com menos de 40 anos “sãs”:

— Raros são os casos fatais de pessoas sãs com menos de 40 anos de idade. Noventa por cento de nós não teremos qualquer manifestação caso se contamine. Devemos sim é ter extrema preocupação em não transmitir o vírus para os outros, em especial aos nossos queridos pais e avós.

Bolsonaro elogiou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, dizendo que ele está fazendo um “excelente trabalho de esclarecimento e preparação do SUS”. De acordo com o presidente, desde que brasileiros foram resgatados da China, no início de fevereiro, surgiu um “sinal amarelo”, mas o governo se preparou desde então, com uma estratégia “para salvar vidas e evitar o desemprego em massa”.

Presidente critica imprensa

O presidente criticou a cobertura da imprensa sobre a crise. De acordo com Bolsonaro, veículos de comunicação espalharam “a sensação de pavor” e potencializaram um cenário de histeria. Bolsonaro alegou que a imprensa baseou-se no alto número de mortos na Itália para projetar uma situação semelhante no Brasil, mas disse que a comparação não faz sentido, porque o país tem mais idosos e um clima diferente.

— Grande parte dos meios de comunicação foram na contramão. Espalharam exatamente a sensação de pavor, tendo como carro chefe o anúncio de um grande número de vítimas na Itália, um país com grande número de idosos e com um clima totalmente diferente do nosso. Um cenário perfeito, potencializado pela mídia, para que uma verdadeira histeria se espalhe-se pelo nosso país.

O presidente também ironizou, de forma indireta, o médico Drauzio Varella e a TV Globo, ao chamar o coronavírus de “gripezinha” ou “resfriadinho”, fazendo referência a um termo utilizado em um vídeo gravado em janeiro de 2020 pelo médico.  No domingo, o Portal Drauzio Varella alertou que o vídeo, gravado quando o coronavírus ainda não havia chegado ao Brasil,foi  compartilhado pelo ministro do Meio ambiente, Ricardo Salles, como se fosse atual.

— No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado pelo vírus, não precisaria me preocupar, nada sentiria ou seria, quando muito, acometido de uma gripezinha ou resfriadinho, como bem disse aquele conhecido médico daquela conhecida televisão.

De O Globo via CRN

Em nota ex-prefeito Jackson Dantas lamenta o falecimento do ex-vice Prefeito Boró

O ex- prefeito de São José do Seridó, Jackson Dantas, publicou nota lamentado o falecimento do seu primo , ex-vereador e ex vice prefeito Josué Gomes- Boró.

VEJAM:

Estendo nosso pesar e solidariedade a toda família de Côco Birro, pelo falecimento de Boró, ocorrido na manhã desta quarta-feira.

Mesmo militando em lados opostos na política de nosso município, sempre mantivemos bom diálogo apesar dos diferentes pensamentos e posicionamentos.

Com vários mandatos de vereador e um de vice-prefeito, Boró deu sua colaboração na construção da história de nossa amada cidade.

Agora, me junto em oração a todos seus familiares e amigos. Que nosso bom Deus o tenha recebido de braços abertos no reino dos céus e te dê descanso eterno.

JACKSON DANTAS

São José do Seridó de luto- Morre ex vice – prefeito Boró

Josué Gomes- Boró- Ex-vice prefeito de São José do Seridó

Faleceu em São José do Seridó Josué Gomes Filho- Boró.

Vereador por 4 legislaturas e vice-prefeito da cidade na gestão do ex -prefeito João Lázaro Dantas, Boró faleceu em sua residência ,nesta quarta feira, em São José do Seridó.

Por muitos anos na política local Boró deixa a esposa e 4 filhos. Ele é tio do ex vereador Negão de Pajoca.

Por muitos anos militou na vida pública.

A prefeita de São José do Seridó , Maria Dalva , divulgou nota lamentando a morte do ex- vereador e ex vice prefeito da cidade.

Governo do RN renova decreto e determina que bares e restaurantes fiquem fechados pelos menos até 2 de abril

Nessa quarta-feira (25), será publicado no Diário Oficial o decreto de número 29.556, editado pelo Governo do RN.

O novo decreto prorroga o fechamento de restaurantes, bares, lanchonetes e similares até o dia 02 de abril, data de vigência para todas as demais orientações nele contidas.

No caso dos restaurantes, está assegurado o atendimento para fornecimento de marmitas a caminhoneiros como medida de garantir o abastecimento para as cidades, porém, determina regras de 1,5 m de distância entre os clientes e é vedada a venda de bebidas alcoólicas.

Outra restrição adotada pelo governo estadual é com relação ao número de pessoas em eventos, restrito a no máximo 20 pessoas por reunião.


O texto também esclarece que a proibição de funcionamento de bancos e financeiras não se aplica às lotéricas, considerando que as mesmas são responsáveis pelo abastecimento de dinheiro na maioria dos pequenos municípios, além de ser a fonte de pagamento de programas sociais como o Bolsa Família.

No entanto, cada estabelecimento deve ser responsável pela organização das filas, de modo a obedecer a distância mínima de 1,5 m entre os clientes.

Para efeito de controle de visitantes, os hotéis e pousadas devem informar diariamente à Vigilância Sanitária as informações de seus hóspedes, tais como local de origem, data de entrada e previsão de saída.

As informações devem ser enviadas, em seus respectivos prazos, à Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária, através do e-mail suvisasaudern@gmail.com e telefone (84) 3232-2562.


Quanto aos municípios do Rio Grande do Norte, estes deverão adotar medidas necessárias, no âmbito de suas competências, para prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19), tais como determinar às empresas de transporte coletivo a adoção de medidas de limpeza e higienização.


Diariamente, estes veículos devem ser higienizados com produtos eficazes no combate ao vírus, a exemplo de álcool liquido 70%, solução de água sanitária e outros produtos considerados desinfetantes pela Anvisa.

As empresas devem afixar cartazes de orientação em locais visíveis, com informações sanitárias e cuidados de prevenção ao novo coronavírus (COVID-19).


Por fim, o novo decreto prorroga os Autos de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) e as licenças e autorizações expedidas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), que vencerem nos próximos 30 (trinta) dias, automaticamente até a data de 24 de abril de 2020, como medida de diminuir o fluxo de atendimento de tais órgãos, bem como a necessidade de vistorias externas, devendo ser mantidas todas as condições de funcionamentos já exigidas.

Porém, esta medida não é válida para o setor petroleiro ou para autos e licenças vencida.

fonte- https://www.apodiagora.com.br/

Salmos 22

Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido?
Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.
Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel.
Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste.
A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram, e não foram confundidos.
Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo.
Todos os que me vêem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo:
Confiou no Senhor, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.
Mas tu és o que me tiraste do ventre; fizeste-me confiar, estando aos seios de minha mãe.
Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe.
Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.
Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam.
Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge.
Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas.
A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte.
Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés.
Poderia contar todos os meus ossos; eles vêem e me contemplam.
Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha roupa.
Mas tu, Senhor, não te alongues de mim. Força minha, apressa-te em socorrer-me.
Livra a minha alma da espada, e a minha predileta da força do cão.
Salva-me da boca do leão; sim, ouviste-me, das pontas dos bois selvagens.
Então declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação.
Vós, que temeis ao Senhor, louvai-o; todos vós, semente de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, semente de Israel.
Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.
O meu louvor será de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem.
Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao Senhor os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente.
Todos os limites da terra se lembrarão, e se converterão ao Senhor; e todas as famílias das nações adorarão perante a tua face.
Porque o reino é do Senhor, e ele domina entre as nações.
Todos os que na terra são gordos comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; e nenhum poderá reter viva a sua alma.
Uma semente o servirá; será declarada ao Senhor a cada geração.
Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez.

Salmos 22:1-31

OMS atualiza números da pandemia: 372 mil casos, 100 mil já se curaram, e 16.231 mortos


Os números oficiais da OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre a pandemia provocada pelo novo coronavírus, divulgados nesta terça-feira (24),indicam que há 372.757 diagnosticadas com covid-19, enquanto os mortos pela doença já somam 16.231. Nas últimas 24 horas, foram registrados 38.757 novos casos globais e 1.579 mortes a mais que no dia anterior.

Houve certa diminuição no número de novos casos e mortes diárias. De domingo para segunda-feira, a barreira de 40.000 infecções e a de 1.700 mortes foram ultrapassadas pela primeira vez.

Os países e territórios afetados já são 194 e já existem poucas nações que não registraram casos, incluindo alguns arquipélagos da Oceania, Coréia do Norte ou territórios em conflito onde é difícil obter dados, como Líbia, Sudão do Sul ou Iêmen.

Os números oficiais da OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre a pandemia provocada pelo novo coronavírus, divulgados nesta terça-feira (24),indicam que há 372.757 diagnosticadas com covid-19, enquanto os mortos pela doença já somam 16.231. Nas últimas 24 horas, foram registrados 38.757 novos casos globais e 1.579 mortes a mais que no dia anterior.

Houve certa diminuição no número de novos casos e mortes diárias. De domingo para segunda-feira, a barreira de 40.000 infecções e a de 1.700 mortes foram ultrapassadas pela primeira vez.

Os países e territórios afetados já são 194 e já existem poucas nações que não registraram casos, incluindo alguns arquipélagos da Oceania, Coréia do Norte ou territórios em conflito onde é difícil obter dados, como Líbia, Sudão do Sul ou Iêmen.

100 mil já se curaram da covid-19

De acordo com os dados fornecidos pelos diferentes serviços de saúde em todo o mundo, foi alcançado o número de 100.000 doentes já recuperados. Isso significa que mais de uma pessoa em cada quatro infectados pelo coronavírus superou a doença.

A China continua sendo o país com os mais afetados, 81.000, e hoje relatou novamente casos de contaminação endógena após cinco dias consecutivos sem nenhum registro de transmissão local.

A Itália segue em segundo lugar no número de infecções, com quase 70 mil casos, seguida pelos Estados Unidos (50 mil) — que chama a atenção por ser, potencialmente, o novo epicentro da pandemia. A Espanha tem perto de 40.000 casos, segundo dados de suas autoridades de saúde.

da covid-19

De acordo com os dados fornecidos pelos diferentes serviços de saúde em todo o mundo, foi alcançado o número de 100.000 doentes já recuperados. Isso significa que mais de uma pessoa em cada quatro infectados pelo coronavírus superou a doença.

A China continua sendo o país com os mais afetados, 81.000, e hoje relatou novamente casos de contaminação endógena após cinco dias consecutivos sem nenhum registro de transmissão local.

A Itália segue em segundo lugar no número de infecções, com quase 70 mil casos, seguida pelos Estados Unidos (50 mil) — que chama a atenção por ser, potencialmente, o novo epicentro da pandemia. A Espanha tem perto de 40.000 casos, segundo dados de suas autoridades de saúde.

r7



Suplente de vereador confirma apoio á projeto de pré candidatura de Jackson Dantas e Ricardo Medeiros

Em conversa mantida com a reportagem do nosso portal de notícias o ex coordenador de obras de São José do Seridó e suplente de vereador ,Rubiano Araújo, confirmou apoio ao projeto de pré candidatura a prefeito e vice prefeito , do ex – prefeito Jackson Dantas e do advogado Ricardo Medeiros, respectivamente.

“Eu reconheço que Jackson fez uma transformação na nossa São José do Seridó e eu não poderia deixar de abraçar este projeto de ajudar a reconduzi-lo a cadeira de gestor da nossa cidade”.- Afirmou Rubiano.

CAICÓ- Mandante da morte de F. Gomes é posto em liberdade provisória

O advogado Rivaldo Dantas de Farias, que foi condenado pela Justiça por ser mandante da morte do radialista caicoense, F. Gomes, conseguiu a liberdade provisória através de um habeas corpus expedido pelo juiz convocado, Roberto Guedes. A decisão saiu no dia 19 de março, passado.

O juiz determinou que a saída de Rivaldo da prisão ocorresse com medidas cautelares, inclusive é obrigatório o uso de tornozeleira eletrônica.

O advogado que representa Rivaldo Dantas, é Edberto Rodrigo Afonso Smith Junior. A alegação de que seu cliente está sofrendo constrangimento ilegal por parte do Juiz de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Caicó/RN. O pedido Em síntese, a ilegalidade da manutenção da custódia cautelar, ao argumento de que a fundamentação apresentada pelo juízo a quo é genérica.

Requereu também a aplicação da extensão dos efeitos, para o caso em apreço, da decisão que concedeu ao corréu Lailson Lopes o direito de recorrer em liberdade. E por m, pediu a concessão da liminar para ns de reconhecimento da ilegalidade da manutenção do decreto preventivo, aplicando a extensão dos efeitos do decisum que concedeu ao corréu acima mencionado o direito de recorrer em liberdade, fixando cautelar diversa da prisão.

Desse modo, diante da ausência de fundamentação adequada, revogo a prisão preventiva do paciente e concedo-lhe liberdade provisória, porém, com a imposição das medidas cautelares, dispostas no art. 319, incisos I, II, IV, V e IX do Código de Processo Penal:

“I – Comparecimento periódico em juízo, no prazo e nas condições xadas pelo juiz, para informar e justicar atividades;

II – Proibição de acesso ou frequência a determinadoslugares quando, por circunstânciasrelacionadas ao fato, deva o indiciado ou acusado permanecer distante desseslocais para evitar o risco de novasinfrações;

IV -Proibição de ausentar-se da Comarca quando a permanência seja conveniente ou necessária para a investigação ou instrução;

V – Recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga quando o investigado ou acusado tenha residência e trabalho xos. (Incluído pela Lei nº 12.403, de 2011).

IX – Monitoração eletrônica.” Verica-se a necessidade da scalização e acompanhamento por parte do Poder Judiciário acerca de suas atividades no intuito de se evitar que o paciente volte a praticar outros delitos, razão pela qual se impõe as cautelares previstas.

Por Sidney Silva

No RN, número de casos suspeitos de Covid-19 salta de 272 para 478; confirmados são 14

Subiu de 272 para 478 o número de casos suspeitos de Covid-19, a infecção causada pelo novo coronavírus, no Rio Grande do Norte. A informação consta no mais recente boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), divulgado no início da tarde desta terça-feira (24). O Estado continua com 14 casos confirmados.

Dos 478 casos suspeitos, 24 são de pessoas que moram fora do Rio Grande do Norte, mas que foram atendidos no Estado. O restante está espalhado em 64 municípios potiguares. A maioria está em Natal, onde há 200 casos notificados até o momento. Em seguida, vêm Mossoró, com 90 casos suspeitos, e Parnamirim, com 29 registros.

O número de casos suspeitos registrados nesta terça-feira representa um aumento de 75% com relação ao dado de segunda-feira (23), quando havia 272 casos suspeitos. Além deles, havia 10 outros casos de pessoas que moram fora do Rio Grande do Norte, mas que foram atendidas aqui – o que elevaria o total para 282.

Entre os casos já confirmados (14), 9 estão em Natal, 4 estão em Parnamirim e 1 está em Mossoró. A cidade de Parnamirim tem ainda outros 2 casos “prováveis”, que são pessoas que tiveram contato com pacientes que testaram positivo para Covid-19.

Além disso, são 52 casos descartados em todo o Estado – pessoas que testaram negativo para a doença.

Casos confirmados

Natal 9
Parnamirim 4
Mossoró 1

Lista de municípios com casos suspeitos

  • Assu 10
  • Angicos 1
  • Areia Branca 1
  • Augusto Severo 1
  • Baía Formosa 1
  • Baraúna 9
  • Barcelona 2
  • Boa Saúde 1
  • Bodó 3
  • Brejinho 2
  • Caicó 1
  • Canguaretama 2
  • Caraúbas 2
  • Carnaubais 2
  • Ceará-Mirim 2
  • Cerro Corá 1
  • Doutor Severiano 2
  • Parnamirim 29
  • Espírito Santo 1
  • Extremoz 2
  • Felipe Guerra 4
  • Florânia 1
  • Frutuoso Gomes 1
  • Goianinha 1
  • Governado Dix-Sept Rosado 3
  • Guamaré 6
  • Ipueira 2
  • Jardim do Seridó 1
  • João Câmara 2
  • Jucurutu 3
  • Jundiá 2
  • Lagoa D’Anta 1
  • Lagoa de Velhos 1
  • Lajes 3
  • Macaíba 3
  • Macau 2
  • Montanhas 1
  • Monte Alegre 1
  • Monte das Gameleiras 1
  • Mossoró 90
  • Natal 200
  • Nísia Floresta 3
  • Nova Cruz 1
  • Parelhas 4
  • Rio do Fogo 3
  • Patu 2
  • Santa Maria 1
  • Pau dos Ferros 1
  • Pedro Velho 2
  • Pilões 1
  • Ruy Barbosa 1
  • Santa Cruz 2
  • Santana dos Matos 1
  • São Fernando 1
  • São Gonçalo do Amarante 6
  • São João do Sabugi 3
  • São José de Mipibu 4
  • São José do Campestre 3
  • São Miguel do Gostoso 1
  • São Paulo do Potengi 1
  • Serra do Mel 1
  • Tibau 4
  • Tibau do Sul 1
  • Touros 1
  • FONTE- GL

UFRN planeja produzir álcool para o Estado

O Núcleo de Pesquisa em Alimentos e Medicamentos (Nuplam/UFRN) deverá iniciar, nesta semana, a produção em cinco meses de 55 mil litros de álcool 70%, em uma ação de parceria com o governo do estado, durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O Núcleo estima alcançar uma capacidade de produção e envasamento de 11 toneladas/mil litros do produto por mês, e está disponibilizando sua infraestrutura para executar a diluição e manipulação do álcool, eficaz na desinfecção das mãos e objetos.

Enquanto não se consegue agilizar a importação de polímero, matéria prima para a produção de álcool em gel, em falta no mercado nacional, o Nuplam começará a produzir o produto líquido. Os insumos necessários, álcool, embalagem, rotulagem, serão destinados através de doação ou por meio de compra direta partilhada entre a UFRN e o governo do Estado.

A direção do Nuplam, reforça que a unidade tem estrutura física, servidores qualificados e competência para atender a essa demanda, tendo em vista a escassez de produtos para a prevenção. “Estamos movimentando todos os esforços para assegurar essa produção com intenção de minimizar os efeitos dessa pandemia”, acrescenta a professora Lourena Mafra, vice-diretora do Nuplam.

Nesse domingo, 22, o reitor José Daniel Diniz, publicou uma carta aberta à comunidade explicando as ações e medidas tomadas pela UFRN durante essa crise internacional. Além desse trabalho do Nuplam, ele informou que os três hospitais universitários são parte do esforço conjunto em todo o estado no combate ao novo Coronavírus.

Disse ainda que o Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas está realizando exames de arboviroses para reduzir a demanda do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte. Outro esforço, coordenado pelo Instituto de Medicina Tropical (IMT-UFRN), consiste na busca de aquisição de insumos necessários para iniciar testes do Covid-19.

Leia documento na íntegra neste link.

Com UFRN

PESCADOR ENCONTRA CORPO EM AVANÇADO ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO EM PASSAGEM DE PEDRAS, ZONA RURAL DE MOSSORÓ

Um pescador da região de Passagem de Pedras, distante cerca de 9km de Mossoró, localizou na manhã desta terça feira 24 de março de 2020, um corpo em uma região de mangue no local.


Segundo informações, inclusive o local é de difícil acesso e tanto a Polícia como os Bombeiros tiveram dificuldades para chegar até o local exato e resgatar o corpo da região de mangue para as margens da estrada para que o ITEP fosse acionado para os trabalhos de perícia e remoção do corpo, que segundo informações já apresente um avançado estado de decomposição.


Somente na sede do órgão será possível determinar as causas da morte.

FONTE- ROBERTO PEIXE- GRUPO PLANALTO/SATÉLITE

Nelter apoia remanejamento de recursos para combate do coronavírus e sugere medidas para que caos econômico não atinja homem do campo

Mesmo com a suspensão das atividades da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, motivada pela pandemia causada pelo novo coronavírus, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) continua desenvolvendo suas atividades parlamentares. Na oportunidade, o legislador utilizou suas redes sociais, na manhã desta terça-feira (24), para sugerir aos deputados e senadores que integram a bancada federal potiguar, no Congresso Nacional, em Brasília/DF, que apoiem ideia que estimula o remanejamento de recursos do fundo eleitoral para serem utilizados pelo Ministério da Saúde no combate da COVID-19.

“Quero aqui levar a sugestão aos nossos representantes no Congresso Nacional para que estes convoquem sessão extraordinária urgente no sentido de aprovar remanejamento ao Orçamento Geral da União. A ideia é que os recursos na ordem de R$ 2 bilhões, que serão destinados ao fundo das eleições municipais deste ano, juntamente com mais de R$ 1 bilhão, que serão gastos pelos tribunais eleitorais, sejam remanejados para o Ministério da Saúde com o intuito de ajudar no combate ao coronavírus no país inteiro”, manifestou Queiroz.

Por ser bastante presente em suas bases no interior do Estado, principalmente em municípios do Seridó, Médio Oeste e Vale do Açu, Nelter também atentou em suas redes sociais para a situação vivida pelo homem do campo e pelos produtores de queijo. “Vi a crise iniciada pelo coronavírus na vida do pequeno produtor de leite, que não tem mais a quem vender sua matéria prima e as queijeiras, que estão sem vender suas produções”, destacou o parlamentar, sugerindo entendimento entre os governos estadual e federal para que todo o leite produzido no RN seja absorvido por programas sociais, a exemplo do Programa do Leite, e doado à população.

O parlamentar também orientou que a população valorize e compre queijos e derivados do leite fabricados em seu respectivo município, valorizando produtos locais e fazendo com que as pequenas economias continuem ativas.

JDF

Advogados caicoenses criam cartilha para esclarecer dúvidas trabalhistas em tempos de Coronavírus

Diante das necessárias medidas restritivas quem têm sido tomadas pelo Poder Público, tem se observado muita preocupação e indagações por parte de empregadores e empregados.

Se muitos estabelecimentos irão suspender os seus funcionamentos, funcionar em horário reduzido ou até mesmo diminuir drasticamente a sua produção, o faturamento, por óbvio, terá queda significativa. A despeito disso, os compromissos, inclusive os trabalhistas, permanecerão.

Como saldá-los? Posso conceder férias, reduzir jornada, diminuir salários, compensar horas extras já laboradas? São muitas as indagações daqueles que dependem sobretudo dos setores de comércio e serviços.

Pensando nisso, para ajudá-los, o Escritório Advogados Associados, – sediado em Caicó – que tem como sócios Augusto Maia, Urbano Medeiros, Enver Souza, Emmanuel Dantas, Leonilson Santos, Agatha Christie e Ítalo Lopes – preparou uma cartilha informativa apontando algumas alternativas que podem ser adotadas pelo empreendedor para as relações de trabalho em meio a pandemia da Covid-19.

Os advogados responderam a várias perguntas que certamente o empregador ou o empregado deve estar se fazendo.

Clique no link a seguir e veja:

https://bit.ly/2vFmvnL

“Estamos aqui cumprindo determinação do governo do Estado. Fiquem em casa com sua família”- Diz PM de São José do Seridó durante trabalho preventivo

O destacamento da policia militar de São José do Seridó , sob o comando do Sgt Farias está realizando pelas ruas da cidade , cumprindo determinação do governo do Estado, rondas educativas conscientizando a população sobre a importância de não se aglomerar e de se manter casa com vistas impedir a disseminação da COVID 19 , pandemia que vem assustando o mundo.

Durante o trabalho preventivo no último final de semana a reportagem do nosso portal de notícias tomou conhecimento que os policiais ainda flagraram algumas aglomerações,mas, de maneira educada eles explicaram a estas pessoas que existe a necessidade de se manter em quarentena.

Estamos aqui cumprindo determinação do governo do Estado. Fiquem em casa com sua família. É importante que apenas os integrantes da família fiquem em casa, evitem se aglomerar em calçadas para conversar em grupos maiores, nosso propósito é de informar-lhes o risco de contrair o coronavírus quem não atender a estas precauções orientados pelos órgãos de saúde do mundo inteiro”-

Dizia o PM ao abordar grandes grupos aglomerados.

Em São José do Seridó uma boa parcela já entendeu a situação e encontram-se resguardadas em sua residências em quarentena ,mas, ainda um bom percentual de teimosos que não estão atendendo as orientações da secretaria de saúde.Infelizmente.

Facção de costura consegue habeas corpus e permanecerá com seus serviços em funcionamento na cidade de Cruzeta

Em razão da pandemia do coronavírus (COVID-19), os órgãos do Ministério Público Federal e Estadual  expediram a recomendação, fiscalize o cumprimento das medidas restritivas de funcionamento de estabelecimentos comerciais estabelecidas pelo Decreto Estadual nº 29.541, de 20 de março de 2020.

Em razão da recomendação, determinou-se à Polícia Militar o fechamento das fábricas têxteis (facções) da cidade de Cruzeta .

A empresária Ambrosina Pereira teve sua unidade fechada atendendo a ordem do destacamento daquela cidade e buscou a justiça para questionar a ordem de fechamento.

O comandante do destacamento de Cruzeta, Sub-Tenente Ginane, atendendo recomendação do governo estadual, mandou fechar 2 unidades de costura existente naquela cidade,pertencente á senhora Ambrosiana Pereira

O escritório do advogado Flaci Costa  impetrou ordem de habeas corpus perante a juiz plantonista , no plantão desta madrugada e conseguiu habeas corpus em favor de empresária..

A juíza karyne Chagas de Mendonça Brandão- , plantonista desta madrugada, acolheu os argumentos do advogado Flací Costa, e determinou o regular funcionamento das fábricas, obedecidas as recomendações das autoridades sanitárias quanto à higiene do ambiente e dos funcionários.

”O chefe do destacamento la, subtenente Ginani tinha mandado fechar ontem. Só que o decreto da governadora não fala ainda em fechamento de industrias, Por enquanto, até segunda ordem.Mas entendo que a policia deve seguir estritamente o que foi determinado pelo Governo e não por conta própria, sair fechando o que der na cabeça, de acordo com a convicção de cada um.Destacou Dr. Flaci .

Salmo 123

A ti levanto os meus olhos,
a ti, que ocupas o teu trono nos céus.

2Assim como os olhos dos servos
estão atentos à mão de seu senhor
e como os olhos das servas
estão atentos à mão de sua senhora,
também os nossos olhos
estão atentos ao Senhor,
ao nosso Deus,
esperando que ele tenha misericórdia de nós.

3Misericórdia, Senhor!
Tem misericórdia de nós!
Já estamos cansados de tanto desprezo.

4Estamos cansados de tanta zombaria
dos orgulhosos
e do desprezo dos arrogantes.

Acidente com caminhão carregado com baterias é registrado na RN 088 Próximo a Jardim do Seridó.

Um acidente envolvendo um caminhão carregado com baterias é registrado na RN-088 que liga Jardim do Seridó à cidade de Parelhas, no Seridó do RN.

Não há registro de feridos. De acordo com testemunhas, o veículo estava chegando à cidade de Jardim do Seridó e os danos são apenas materiais.

A Polícia Rodoviária Estadual foi acionada. A Polícia Militar faz o isolamento da área e faz a segurança para evitar saque da carga.

NOTÍCIAS DO PÁSSARO

Em SP, mulher venceu covid-19 após 4 dias de UTI: ‘Tive certeza da morte’

A bancária alagoana Ana Patrícia Bezerra Moura, 43, mal imaginava que realizar uma viagem dos sonhos, na Itália, quase lhe custaria a vida. No dia 2 de março, ao desembarcar no aeroporto de Guarulhos vinda de voo de Londres, ela já apresentava febre e dor de garganta.

Até então, a mãe de três crianças, que mora em Maceió, não se assustava com a covid-19 — e o tema era tratado até com desdenha pelos italianos.

Por conta dos sintomas, Ana resolveu adiar sua volta a Maceió. “Conversei com meu irmão, que é médico aqui em São Paulo, e, por cautela, ele disse era melhor eu fazer o exame. Dando negativo, eu voltaria”, lembra.

O marido de Ana voltou, sem sintomas, mas recebeu dois dias depois a notícia de que estava com covid-19. “Eu ainda tinha na cabeça que era só uma gripe forte, que eu não era grupo de risco, que estava tudo ‘ok’, que eu ia ficar ia passar os 14 dias, ia ficar bem e voltaria.”

Mas não foi bem assim. Por conta do agravamento do quadro, precisou ser internada e, depois, foi levada à UTI. Lá, confessa, teve momentos de desespero e “certeza da morte”.

Por algumas vezes, eu tive a certeza de que ia morrer, principalmente quando estava na UTI [unidade de terapia intensiva], porque eu me sentia muito mal: muita dor de cabeça, não me sentia melhorando rapidamente. Passava de um dia para o outro e não melhorava. Dormia e acordava, sentia a mesma coisa. Então, achei que eu ia morrer, sim”, relata a UOL.

Ana foi uma das cinco primeiras pessoas a ter coronavírus em São Paulo. Foi também um das primeiras a ter a forma grave da doença e precisar de terapia intensiva.

Há quatro dias ela deixou o hospital, onde foi declarada curada do vírus após exames. “Fiquei bem feliz quando descobri que estava curada, porque já tinha começado a aparecer na mídia muita coisa, e eu também já tinha passado por maus bocados”, conta.

UOL