CAICÓ -“Não posso ser irresponsável de bater nesta mesa e de dizer que não vou fazer o carnaval.”- Disse Batata

Nesta quarta-feira (21), o prefeito Batata, candidato à reeleição, participou do programa Rural Debate, na Rural FM 102,7, apresentado pelos radialistas Marcos Dantas e Joelma de Souza, numa série de entrevistas com os candidatos a prefeito nas eleições 2020. Com argumentos fortes e bastante seguro nas palavras, Batata fez um balanço do trabalho realizado até o momento na sua gestão e elencou algumas metas para Caicó continuar avançando com sua reeleição.

Entre os destaques da entrevista no Rural Debate, Batata mostrou as diversas ações realizadas nos vários setores da administração municipal, com ênfase para a transformação do Hospital do Seridó, que recebeu muitos investimentos, com a implantação da urgência pediátrica, o novo centro cirúrgico,30 novos leitos, o novo laboratório, a implantação do raio x, entre outras ações. Batata confirmou que de 175 metas no seu plano de governo, ele cumpriu 125 no atual governo, o que corresponde a mais de 60% de realizações.

No final do Rural Debate, Batata foi indagado sobre a realização do carnaval 2021 e enfatizou que falar de carnaval é falar de economia e saúde. “Não posso ser irresponsável de bater nesta mesa e de dizer que não vou fazer o carnaval. É preciso entender o que nós estamos vivendo agora em relação ao enfrentamento da pandemia do Corona vírus. Vamos chamar todos os segmentos para discutir esse assunto, entre eles, o Ministério da Saúde, a secretaria estadual de Saúde, a secretaria municipal de Saúde, o comitê estadual do Covid-19, o comitê regional e o municipal, a Casa da Indústria, o comércio, o vendedor ambulante, o moto taxista, o taxista, entre outros”, afirmou Batata.

Ele encerrou o debate conclamando que o povo acompanhe as suas redes sociais, as caminhadas, e o programa eleitoral no rádio. “Nesse meu jardim, o ódio não é semeado há décadas, pois o ódio deixa as pessoas mais estúpidas. Em respeito às famílias de Caicó, eu faço a política do diálogo, da proposta e da ideia. Mesmo sendo agredido, caluniado e insultado, eu sigo em frente com esse peito aberto. Caicó não precisa mudar, Caicó precisa avançar”, concluiu Batata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *