REVOLTANTE- Em São José do Seridó moradores encontram cachorros envenenados e uma delas estava recém parida

Uma imagem revoltante chocou as redes sociais e a população da cidade de São José do Seridó.

As duas cachorras mortas, onde uma delas estava parida com 8 filhotes, deixou os cachorrinhos de apenas 6 dias órfãos.

Uma professora que costuma caminhar passou pelo local e ficou indignada com o que viu.

”Hoje fui caminhar e me deparei com essa cena triste. Meu Deus até aonde vai a maldade de uma pessoa dessa, aliás de um monstro desses, esses filhotes estão com 6 dias e ficaram sem a mãe .”- Comentou revoltada .

Envenenar animais é um crime previsto na Lei de Crimes Ambientais.

Nesta Lei consta que, quem praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos, nativos ou exóticos é penalizado com detenção de três meses a um ano e multa. Mas se o acusado praticou um crime de menor gravidade (como é considerado o envenenamento de animais) e não cometeu delito nos últimos cinco anos, a Lei permite ao Juiz substituir a pena de detenção por multa revertida em bens como cestas básicas e cobertores ou prestação de serviços à comunidade.

Para castigar ou, ao menos, incomodar o envenenador, deve-se evidenciar a autoria dele e sua intenção em cometer o crime.

Ao encontrar um animal morto com suspeita de envenenamento, tire várias fotos em vários ângulos, para mostrar onde foram encontrados o animal e os restos do alimento suspeito de conter veneno. Leve tudo (o animal e o alimento) para um veterinário pois ele poderá encaminhá-lo a um órgão competente para fazer a necropsia e emissão de um laudo oficial da causa da morte. Consiga testemunhas ou outros fatos relacionados ao envenenamento. Já de posse do laudo e com as fotos, vá a delegacia com as testemunhas munidas de RG e faça um BO (Boletim de Ocorrência).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *