Cosems-RN participa da construção do acolhimento aos novos gestores que será realizado pela Sesap

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte (Cosems-RN) nas pessoas de sua presidente, Maria Eliza Garcia, de sua primeira vice-presidente, Dailva Bezerra e do secretário executivo, Sueldo Queiroz, esteve nesta quinta-feira (7), na sede da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), atendendo ao convite do secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, para debater e auxiliar na construção do acolhimento aos novos gestores municipais do SUS potiguar, que será realizado pelo ente estadual, no próximo dia 23 de fevereiro, das 14h às 16h, através do canal da SESAP no Youtube.

O evento ocorrerá em meio virtual em decorrência do cenário epidemiológico da pandemia do novo coronavírus e o público-alvo será: SESAP, prefeitos e Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, secretários municipais de saúde e Cosems, diretores de Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAP’s), apoiadores-técnicos regionais, técnicos estaduais e municipais, e conselhos de saúde.

A reunião contou com a participação de outros membros da Sesap a exemplo do coordenador de Planejamento e Controle do Sistema de Saúde, Douglas Ferreira, da secretária-adjunta, Maura Sobreira, da subsecretaria de planejamento e gestão, Lyane Ramalho. Ainda da Sesap participaram as subcoordenadoras do Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (CEREST), Kelly Maia, da vigilância epidemiológica, Alessandra Lucchesi e do desenvolvimento e acompanhamento das programações de saúde, Viviane Fonseca, além da assessora da coordenação de planejamento e controle do sistema de saúde, Marcia Pellense.

A superintendente do Ministério da Saúde no Rio Grande do Norte, Mydia Gurgel e a assessora técnica, Fabiana Figueiredo, também estiveram presentes no encontro.

POSICIONAMENTO COSEMS

De acordo com Maria Eliza Garcia a iniciativa do Governo do Estado, através da Sesap, em acolher e apoiar as novas gestões municipais, os novos secretários saúde e prefeitos, é de fundamental importância, pois é nesse momento em que se pauta a agenda estratégica de planejamento no território e sua relevância para a estruturação de demandas prioritárias de fortalecimento do SUS no RN.

“Será nesse momento onde refletiremos sobre a situação das macrorregiões de saúde, como foco nas Redes de Atenção à Saúde, na perspectiva regionalizada e a responsabilidade legal dos gestores frente aos instrumentos de gestão do SUS”, destacou a presidente do Cosems.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *