Encontro Terapêutico –

Como o bem-estar mental impede o bem-estar físico?
Desde o início da pandemia provocada pelo COVID-19 que forçou o distanciamento social entre as pessoas, muito se tem falado do adoecimento emocional ou da saúde mental, provocado pelo isolamento.
A importância da saúde mental na infância e adolescência
É preciso nos atentar para a importância da saúde mental desde a infância, já nos primeiros dias de vida, que se inicia na criação do vínculo da criança com mãe, na aceitação do seio que trará a certeza de acolhimento e satisfação de suas necessidades e se tornará referência de mundo e um porto seguro para ela.
A atenção plena à saúde mental e emocional na infância e adolescência vai fazer muita diferença na vida adulta.
Ao longo da vida qualquer pessoa pode apresentar problemas psicológicos, emocionais e comportamentais, mas a infância e adolescência são fases importantes para que o ser humano desenvolva uma boa saúde mental.
Se essas fases forem desprezadas quanto à saúde emocional do indivíduo, sérios prejuízos podem ser ocasionados à sua personalidade como, dificuldade de se inserir no ambiente escolar e de se relacionar com outros alunos, por consequência, ter, no futuro, dificuldades de socialização e interação interpessoal, que podem afetar sua capacidade de desenvolvimento profissional, pessoal e de manter laços afetivos ocasionados por:
• Baixa autoestima,
• Autoconfiança,
• Sentimentos de culpa,
• Cobrança excessiva de si mesma e
• Autossabotagem.
Tratamento profissional
Os profissionais que cuidam da saúde mental e emocional são o psiquiatra e psicólogo. Eles podem ajudar a pessoa já na infância e adolescência, caso surjam desequilíbrios emocionais que abalam a saúde mental da criança e do adolescente, muitas vezes ocasionados pela dinâmica familiar ou o contexto em que estão inseridos, como por exemplo o que vivemos atualmente causado pela pandemia do covid-19 e que podem provocar:
• Depressão,
• Transtorno de ansiedade,
• Transtorno de personalidade,
• Transtorno alimentar,
• Etc.
Nesse momento o apoio familiar às crianças e aos adolescentes, o acolhimento e atenção profissional como diagnóstico, prevenção e tratamento dos transtornos mentais são fatores essenciais que contribuem para o bem-estar e recuperação da saúde mental desses indivíduos.
Ações que podem ajudar
A Associação Brasileira de Psiquiatria e o Hospital Albert Einsten destacam algumas ações para ajudar de forma profilática e proteger as condições mentais das crianças e dos adolescentes a fim de diminuir os fatores de riscos como suicídio, por exemplo, e aumentar o bem-estar e a qualidade de vida delas:
• Reforço das relações afetivas, principalmente dos pais, familiares e amigos com a criança e com o adolescente;
• Promoção do diálogo e da escuta ativa, sem julgamentos;
• Envolvimento em atividades prazerosas ou que tenham significado para a criança ou jovem, como a leitura, música, cinema e hobbies em geral;
• Estabelecimento de horários e rotina para as atividades;
• Alimentação e sono saudáveis;
• Consultas de rotina ao médico;
• Administração das emoções e da resiliência;
• Prática regular de exercício físicos.
Pelo que vimos acima percebemos ser importante que, com o acolhimento e apoio da família, as crianças e os adolescentes busquem formas saudáveis e construtivas de enfrentar e tratar as condições de saúde mental.
Atenção aos sinais
São alterações que parecem simples, mas que começam a interferir em nosso bem-estar, no dia a dia, como:
• Perda de apetite ou compulsão alimentar,
• Insônia,
• Despertar precoce,
• Tristeza,
• Desânimo,
• Tensão muscular,
• Dores sem motivos identificados,
• Etc.

A partir daí, com o auxílio de um especialista, o sujeito pode aproveitar esse momento de crise para se redescobrir e através de atividades que lhe tragam bem-estar emocional pode melhorar seu bem estar físico.
A busca pela transformação
• Psicoterapia,
• Atividade física,
• Yoga,
• Relaxamento,
• Meditação,
• Boa alimentação.
São atividades que trazem bem-estar e conectam mente/corpo, fazendo com que o ser humano olhe mais para si mesmo, aumentando sua autoestima e autoconfiança, abrindo caminho para uma transformação interior.
Maria Hemília Santos de Sales
Psicóloga Clínica – CRP 17/5404
Atendimento presencial e on-line – Crianças, adolescentes e adultos.
Agende sua consulta, contatos:

  • Celular: (84)98818-3387
  • Instagram: @psimhemilia
  • E-mail: psimhemilia@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: