COM DOIS ANOS DE EXISTÊNCIA AS ”LYDIAS BRASILEIRAS” LANÇA SEU PRIMEIRO VÍDEO NESTE 11 DE MARÇO

Lugar de mulher é onde ela quiser e se sentir bem. Nosso portal, através do repórter Alexsander Alves , trás uma excelente história de uma Banda formada apenas por mulheres as LYDIAS BRASILEIRAS , grupo formado por 5 mulheres Caicoenses que tem em seu repertório a melhor qualidade de música ressaltando a cultura nordestina.

O Coletivo Artístico Cultural As Lydias Brasileiras conta 2 anos de existência, surgiu no ano de 2019 de uma inquietação de um grupo de amigas em problematizar a ocupação do universo musical feminino na cidade de Caicó, mostrando a importância representatividade em todos os espaços, inclusive os que são ocupados majoritariamente por homens, como é o caso do cenário musical.

As Lydias Brasileiras se consideram amantes da arte e da boa música. Este grupo é o primeiro coletivo artístico cultural e musical formado exclusivamente por mulheres na região do seridó. Sua denominação partiu da idéia em se homenagear uma mulher em vida, cuja intencionalidade representa a sororidade coletiva. A professora aposentada Lydia Brasileira, sua história de militância e luta representa um marco referencial na tríade educação, arte e meio ambiente.

O grupo é composto por 05 mulheres caicoenses. Estas mulheres se destacam no cenário cultural por serem, artistas, companheiras, militantes e profissionais.

  • Sandra Rosário é assistente social, militante feminista LGBTQI+, pesquisadora e articuladora de cadeias e grupos formados mulheres;
  • Ana Cláudia é professora de ensino fundamental, mãe da adolescente Marina e militante feminista;
  • Vitórias Dantas é graduada em Serviço Social, musicista, compositora, cantora e artista plástica;
  • Agnes Félix é nutricionista, Doula, mãe das crianças Murilo e Helena, artista e militante feminista;
  • Téssia Mara é poeta cordelista, trabalhadora do setor privado e mãe da jovem universitária Duda Soares.

Esta diversidade e multiplicidade traz uma grande sororidade ao grupo.

As Lydias Brasileiras são, antes de qualquer pauta, arretadas, atrevidas e ousadas, pois onde chegam ocupam seu lugar de fala.

O Propósito artístico musical do grupo é de propagar a cultura genuinamente nordestina através do estilo musical forró, nos ritmos baião e xote, popularmente conhecido como forró raiz ou pé-de-serra, paralelamente de divulgar a literatura de cordel através de declamações poéticas intercaladas, de autoria de integrante do grupo, e também de autorias de outras mulheres.

As ‘Lydias Brasileiras’ vem se qualificando como coletivo/grupo musical e tem interesse em multiplicar suas experiências em comunidades vulneráveis e instituições sociais.

É propósito do grupo estender suas ações cada vez mais nas comunidades da zona urbana e rural de Caicó, na região seridó, no estado do RN e em outras regiões , tornando-se ícone musical representativo da cultura popular do memorial caicoense.

O grupo é inspirado por todas as mulheres que enfrentam cotidianamente o machismo, a discriminação e o preconceito na sociedade, suas pautas de luta e militância política.

Em relação ao contexto musical há mulheres ícones da música nordestinas que o grupo busca inspiração, dentre elas destacam-se: Marinês, Anastácia, Hermelinda, Cecéu, Kátia de França, Amelhinha, Elba Ramalho e outras.

Para o mês de março o grupo executará nas plataformas digitais, canal youtube e instagram, o projeto aprovado no município de Caicó através da Lei Aldir Blanc de incentivo à cultura, serão realizadas apresentações e recitais musicais.

O coletivo pretende continuar realizando suas atividades, como faz desde o seu surgimento, são elas: encontros semanais para planejar e executar seus ensaios musicais e poéticos, participação em espaços de articulação, mobilização e militância política, trocas de saberes com lideranças comunitárias, entidades, instituições e movimentos sociais. Atividades culturais de naturezas diversas, oficinas e produções artísticas em espaços comunitários, públicos e privados.

REPORTAGEM- ALEXSANDER ALVES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: