Encontro Terapêutico –-PSICOFOBIA O PRECONCEITO GERA SOFRIMENTO

Você já ouviu frases como: “Depressão não é doença, é preguiça, falta de força de vontade. Levanta, ânimo” (depressão). “Vai gastar essa energia, vai correr, isso é frescura” (transtorno de ansiedade). “Sossega na carteira. Você não para quieto” (transtorno de déficit de atenção e hiperatividade).


Psicofobia é o preconceito contra as pessoas que têm transtornos mentais. E infelizmente, isso ainda é muito comum!
Frases como essas ditas acima são frequentemente ouvidas por indivíduos com diagnóstico de transtornos mentais, demonstrando que ainda somos carentes de informação de boa qualidade.

O principal antídoto para o combate da psicofobia é popularizar informações sobre transtornos mentais. Sendo assim, foi criado o Dia Nacional de Enfrentamento da Psicofobia, em 12 de abril.


A Associação Brasileira de Psiquiatra, desde 2011, faz campanhas para conscientizar sobre o estigma em torno da saúde mental, chamado pela ABP de Psicofobia. De acordo com o site oficial, 12 de abril é o Dia Nacional de Enfrentamento à Psicofobia.


O termo ‘psicofobia’ foi criado após o ator Chico Anysio alertar para a falta de um nome para descrever o preconceito.
A redação do Enem 2020 colocou milhares de estudantes para refletir e dissertar sobre os preconceitos em torno da saúde mental. Com o tema “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”, a questão trouxe à luz exclusões e pensamentos errôneos sobre os transtornos.

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde, em todo o mundo há mais de 1 bilhão de pessoas afetadas por transtornos psicológicos.
Entre as principais doenças elencadas estão a depressão, com cerca de 300 milhões de pacientes; transtorno afetivo bipolar com 60 milhões de pessoas; demência que acomete em torno de 50 milhões e esquizofrenia afeta 23 milhões de pessoas.

Somente mudaremos a realidade da saúde mental no Brasil quando diminuirmos o preconceito às doenças psiquiátricas, aos doentes, às suas famílias, às instituições que os tratam, aos medicamentos psicotrópicos e aos profissionais de saúde mental.


Maria Hemília Santos de Sales
Psicóloga Clínica – CRP 17/5404
Atendimento presencial e on-line – Crianças, adolescentes e adultos.
Agende sua consulta, contatos:
• Celular: (84)98818-3387
• Instagram: @psimhemilia
• E-mail: psimhemilia@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: