ESPORTE-Herói da classificação contra o Botafogo, goleiro do ABC chegou a trabalhar como Uber quando ficou sem clube

O goleiro Welligton escreveu mais um capítulo da sua história com a camisa do ABC na noite de quarta-feira. Campeão da Série C de 2010 com o Alvinegro, ele foi decisivo diante do Botafogo ao defender a cobrança de Marcinho na disputa dos pênaltis (veja vídeo acima). O que poucos sabem é que o herói da classificação para a terceira fase da Copa do Brasil já foi motorista de Uber, em 2016, em período que ficou sem clube.

Isso aconteceu logo quando acabou seu vínculo com o Marítimo, de Portugal, onde atuou por cinco temporadas. Welligton chegou a ser emprestado ao NorthEast United, da Índia, e, na sequência, foi liberado pelo time português. No retorno ao Brasil, ficou sem clube. O trabalho como motorista de aplicativo para ajudar a família foi temporário. Tinha o sonho de retornar aos gramados e o Globo FC lhe abriu as portas no fim de 2017.

Em maio de 2018, durante a Série C do Campeonato Brasileiro, sofreu uma grave lesão no joelho e precisou passar por uma cirurgia. Ficou 10 meses parado, mas não desistiu. Em 2020, seguiu para o Lagarto, onde trabalhou sob o comando do amigo Ranielle Ribeiro, que havia sido preparador físico do ABC anos atrás. Na Série D, acabou contratado pelo Campinense.

Retornou ao ABC para a temporada 2021 e, inicialmente, disputaria posição com Rafael, que acabou negociado com o Manaus durante a pré-temporada. Welligton ganhou a confiança de Sílvio Criciúma e hoje é um dos destaques da equipe.A atuação diante do Botafogo foi exaltada por torcedores e nas redes sociais do ABC

. “Tem que respeitar nosso Ministro da Defesa! Um homem! Uma máquina! Uma besta enjaulada que não deixar passar nada!”.

GE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: