POLITICA- PSD é independente, diz Kassab depois de projetar Bolsonaro fora do 2º turno

A entrevista do presidente do PSD, Gilberto Kassab, publicada no Valor Econômico nesta 5ª feira (21.abr.2021) parece ter abalado as estruturas do Palácio do Planalto. Depois de dizer aos repórteres que a pandemia e o cenário econômico, com desemprego e inflação em alta, podem deixar o presidente Jair Bolsonaro fora do 2º turno das eleições presidenciais de 2022, o ex-prefeito de São Paulo divulgou nota à imprensa falando em “independência do PSD”.

Eis a nota:

“Qualquer que seja a relação que o Governo queira ter com o PSD, continuaremos sendo respeitosos e independentes. A nossa causa é o Brasil e as nossas bancadas continuarão votando a favor. Queremos colaborar em ações que tragam melhorias no combate à pandemia, no aumento das vacinações e com políticas públicas que gerem emprego e desenvolvimento. Não é porque teremos candidato a presidente nas eleições de 2022, como sempre deixamos claro, que vamos abandonar nosso compromisso com o Brasil”.

Na entrevista ao Valor, Kassab afirmou que a pandemia deixará um legado “ruim” que dificultará a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“O governo federal vai ter de se esforçar para mudar essa visão majoritária do país em relação ao seu desempenho, que será, inquestionavelmente, junto com a perspectiva de novos empregos, o principal fator de observação do eleitor”.

“Acho muito difícil [disputar o segundo turno]. Vai ter de trabalhar muito para reverter sua imagem. O legado vai ser muito ruim, com [projeção de] 500 mil mortos [pela covid]”.

3ª VIA

Kassab afirmou o cenário atual sugere que, sendo Luiz Inácio Lula da Silva o candidato do PT a presidente, a tendência é que o petista dispute a 2ª etapa do pleito com um adversário do centro

“Bolsonaro vai ter que trabalhar muito para reverter sua imagem […] poderemos ter um segundo turno que tenha um candidato que não seja ele [Bolsonaro] contra o Lula. Acho mais fácil ter um candidato de centro contra o Lula do que ter um candidato de centro contra o Bolsonaro”, diz Kassab.

O presidente do PSD disse que Luiza Trajano, dona do Magazine Luiza, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), são “bons nomes” como potenciais candidatos da terceira via à Presidência.

“São hoje os dois nomes que são as grandes novidades que estão sendo levados em consideração”, afirmou. “Dos que estão sendo ventilados como novidades do centro, eles devem eles devem ser observados”, diz.

FONTE- PODER 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: