POLICIA- “Ele alega ter agido para não morrer”, disse delegado sobre depoimento do assassino de adolescente

Concederam entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (23), onde passaram os detalhes da investigação que levou a prisão de Hércules Medeiros da Rocha, de 19 anos, acusado de matar o adolescente, Ricardo Leandro Lima da Costa, de 15 anos, no dia 19 de março deste ano.

O Hércules deu 3 versões quando foi ouvido e, na última, confessou ter matado o Ricardo Leandro, principalmente diante das provas coletadas na investigação. Ele alega que estava sendo ameaçado pela vítima. O meio empregado realmente, foi a pedradas, surpreendendo a vítima no matagal. Ele alega ter agido para não morrer, contou o delegado

Sobre o estupro que a mãe de Ricardo Leandro disse ter ocorrido depois de ouvir a informação de um médico legista do ITEP, não se confirmou. O delegado Leonardo Germano, disse que não existe nenhum elemento técnico que comprove e o Hércules ele rechaça ter estuprado a criança afirmando apenas que foi o autor do homicídio em decorrência de uma briga pessoal que tinha com o adolescente e que este o ameaçava, por isso, se antecipou“.

No dia em que o corpo de Ricardo Leandro foi encontrado, buscas já haviam sido realizadas e, o assassino estava participando, inclusive, ajudou a polícia a chegar ao local. Segundo o delegado Leonardo Germano, com isso, Hércules, tentou despistar a polícia.

A informação que o garoto tinha saído de casa para tentar encontrar um cavalo que estava desaparecido, realmente foi confirmada. O delegado disse que ele já estava nessa busca há alguns dias e que encontrou o Hércules, no mato, por acaso.

SIDNEY SILVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: