Nelter Queiroz terá seu nome cravado na história após conclusão da barragem de Oiticica

Sonho que se arrasta há praticamente sete décadas, a construção da barragem de Oiticica, que garantirá abastecimento em áreas do Seridó e evitará alagamentos no Vale do Açu, se aproxima de sua conclusão.

A luta e a voz incansáveis do deputado estadual Nelter Queiroz (MDB), seja na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte ou em Brasília/DF, foram as responsáveis pela barragem de Oiticica ter saído do papel há oito anos, ainda em 2013, durante a gestão da então presidente da república, Dilma Rousseff.

De lá para cá o Estado já teve três governadores (Rosalba Ciarline, Robinson Faria e Fátima Bezerra) e o país três presidentes da república (Dilma Rousseff, Michel Temer e Jair Bolsonaro), mas só agora, depois de tanta luta de um parlamentar estadual, é que a barragem de Oiticica se tornará realidade no Rio Grande do Norte graças ao empenho do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho e do presidente Bolsonaro, que não pouparam recursos para finalizar esta obra.

Mesmo tendo sido ausência notada no palanque, no evento desta quinta-feira (24), em Jucurutu, o nome de Nelter Queiroz foi lembrado pela maioria das autoridades presentes na solenidade e ficará na história como o cidadão que não mediu esforços para viabilizar recursos para o início e conclusão das obras do reservatório que será a redenção hídrica da população do Seridó do Rio Grande do Norte.

VOLTA AO PASSADO

Outras figuras importantes como os ex-governadores Wilma de Faria e Iberê Ferreira de Souza, que viabilizaram o projeto estrutural da barragem e do ex-deputado e ex-presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, também merecem destaque nesta luta.

Na época, Henrique Alves convenceu a então presidente da república, Dilma Rousseff, a liberar a ordem de serviço da barragem apesar de quadros do PT potiguar serem contra esta liberação, uma vez que a governadora da época, Rosalba Ciarline, pertencia aos quadros dos DEM, partido adversário do PT a nível nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: