POTIGUAR NA UCRÂNIA ENFRENTA FILA GIGANTE PARA CRUZAR FRONTEIRA E FUGIR PARA A POLÔNIA

Foto: Instagram / Reprodução

O volante potiguar Edson, que está há apenas dois meses na Ucrânia, segue tentando deixar o país em meio à invasão russa. Para fugir do conflito, o jogador tenta se mudar para a Polônia desde a noite de quinta-feira (24) – madrugada de sexta (25) na região.

A transferência do jogador foi bancada pelo Ruh Lviv, time com o qual Edson fechou após deixar o Bahia. O atleta tinha acabado de chegar ao clube e aguardava a estreia. O clube ucraniano forneceu uma van para o deslocamento dele e de outros dois atletas e se ofereceu para custear a hospedagem em um hotel polonês por tempo indeterminado.

Edson partiu a bordo de uma van de Lviv, cidade onde mora há apenas dois meses, por volta das 18h desta quinta-feira. A expectativa era que ele chegasse à Polônia duas ou três horas depois, mas um congestionamento impediu que ele seguisse viagem. O fluxo na fronteira terrestre entre os dois países é intenso, diante do fechamento do espaço aéreo.Com o trânsito intenso, Edson desceu da van e seguiu o percurso a pé. Desde então, ele enfrenta uma fila gigante para cruzar a fronteira. Em contato com a reportagem, o jogador disse que está bem.

Hoje com 23 anos, Edson é natural de Natal. Foi revelado pelo Alecrim, jogou no Globo de Ceará-Mirim e em 2019 foi negociado com o Bahia, de onde saiu para o futebol da Ucrânia. Ele atualmente joga pelo clube Ruh Lviv. Mais cedo, ele havia gravado um vídeo relatando que estava aguardando uma definição do clube.

98FM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.