Pai transtornado diz que mataria filha por suspeitar de traição da esposa

Um homem ameaçou a esposa e disse que iria matar a filha deles após desconfiar de uma suposta traição. Ele enviou mensagens e tentou ligar para a mulher na noite de quinta-feira (10). A vítima saiu de Manaus e viajou até Curitiba (PR) para acompanhar a sobrinha em um tratamento contra o câncer no Hospital de Clínicas.

Pelo WhatsApp, o suspeito, que também veio com o filho do casal para acompanhar a família, começou a achar que a esposa o traía. De acordo com a reportagem do Balanço Geral, ele a chamou se “safada” e afirmou que a mulher “apronta no hospital”. Em seguida, teria dado a entender que matou a filha.

A mãe pede, então, o endereço do marido. Ele responde dizendo que é “doido, perturbado“.

Desesperada, a mulher pediu o auxílio da Polícia Militar. Os agentes foram até uma pensão no bairro Barreirinha e encontraram a menina. O Conselho Tutelar foi acionado e o homem foi detido e, em seguida, levado para a Delegacia da Mulher.

JAIR SAMPAIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.