Rede Sustentabilidade aprova federação com o PSOL

A Rede Sustentabilidade aprovou, nesse sábado (12.mar.2022), a formação de uma federação partidária com o Psol (Partido Socialismo e Liberdade). A união permitirá que as duas siglas unam seus resultados para eleger mais deputados e para bater a cláusula de desempenho que regula o acesso ao Fundo Partidário.

“73 votos a favor, nenhuma abstenção, ninguém contra”, disse Pedro Ivo, um dos líderes da Rede.

Ainda é necessário que o Psol aprove o acordo – a deliberação é esperada para os próximos dias ou semanas. Havendo concordância dos 2 partidos, a federação pode ser registrada junto à Justiça Eleitoral.

A federação Rede-Psol deverá apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Planalto. O acordo entre os 2 partidos estipula, porém, que o integrante que apoiar outro candidato em vez de Lula não será punido.

As federações partidárias são um dispositivo novo na política brasileira. A permissão para que fossem criadas veio em 2021.

Partidos federados juntam seus desempenhos para eleger deputados e manter acesso ao Fundo Partidário. Por outro lado, ficam associados durante 4 anos.

Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.