PREFEITO DO INTERIOR DO RN É EXPULSO DO GABINETE DA SENADORA ZENAIDE MAIA POR JAIME CALADO

O prefeito Reno Marinho (PL), do município de São Rafael, na região do Vale do Açu, foi expulso na última quarta-feira (16) do gabinete da senadora Zenaide Maia (Pros) em Brasília pelo marido dela, o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaime Calado.

Em entrevista ao Portal da98 FM, o prefeito contou que foi expulso do gabinete da senadora por ter se recusado a manifestar apoio à candidatura de Jaime Calado a deputado federal. Ele vai apoiar a candidatura de João Maia (PL), irmão de Zenaide e cunhado de Jaime Calado.

Reno Marinho relatou que foi ao gabinete de Zenaide Maia em Brasília para cobrar a liberação de emendas parlamentares para o município de São Rafael. Ao chegar lá, foi abordado por Jaime Calado e pelo chefe de gabinete da senadora, conhecido como Chiquinho, que informaram que não havia recursos disponíveis.

“Ele (chefe de gabinete) falou que uma parte das emendas iria para Caicó, outra para ‘parte tal’ e outra parte tinha sido destinada para cumprir compromissos de Dr. Jaime. Eu entendi que não havia emendas para o nosso município”, afirmou o prefeito.

O prefeito lembra que, a partir deste momento, tanto o chefe de gabinete quanto Jaime Calado pediram o apoio dele novamente – outros convites já tinham sido feitos, com negativas de Reno Marinho. O prefeito voltou a dizer que tem “compromisso” com João Maia.

“Eu virei para eles e falei: ‘Vou dizer pela 2ª vez. Eu tenho compromisso com o deputado federal João Maia. Não posso servir a dois senhores.’ Dr. Jaime, então, foi se levantando e falou ‘vá pedir tudo lá, então’, ‘não venha aqui’”, registra o prefeito.

Reno Marinho justificou que, independentemente de apoiar outro deputado federal, tinha o direito de estar reivindicando emendas no gabinete da senadora – especialmente por ter votado nela nas eleições de 2018.

Mesmo assim, Jaime Calado pediu que ele se retirasse do gabinete e fosse procurar João Maia para conseguir emendas.

“Ele disse que eu saísse, eu fui. Não quis criar confusão lá dentro. Eu disse o que eu pensava. Ali é o Senado Federal, as emendas são da senadora”, continua.

Presidente da Associação dos Municípios da Região Central e Vale do Açu Potiguar (Amcevale), Reno Marinho finaliza dizendo que, depois do episódio, tomou conhecimento de que outros prefeitos que apoiam João Maia também vêm sendo “assediados” por Jaime Calado. “Outros prefeitos passaram por constrangimento”, encerrou.

Com informações da 98 FM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.