Assassino de ator é preso em SP; ele era o criminoso mais perigoso do estado

Quase 3 anos após a morte do ator Rafael Miguel e de seus pais, o réu Paulo Cupertino Matias foi preso nesta segunda-feira (16), em São Paulo.

O crime ocorreu em 9 de junho de 2019. Logo após, ele fugiu e chegou a ser procurado também pela Interpol. Cupertino era o primeiro nome da lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo.

Segundo a Polícia Civil de SP, uma denúncia anônima indicou que o réu estaria na capital paulista. Uma equipe de policiais da 6ª. Seccional foi checar e conseguiu encontrar o procurado. Paulo Cupertino foi preso e encaminhado ao 98° Distrito Policial, na zona Sul da cidade.

Cupertino é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Ele, que tem atualmente 50 anos, nunca teve um advogado para defendê-lo.

Crime

De acordo com o Ministério Público, o empresário assassinou a família de Rafael Miguel por não aceitar o namoro de sua filha Isabela Tibcherani, que tinha 18 anos à época, com o artista. Vídeos gravados por câmeras de segurança mostram o momento em que ele atira 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais do ator: João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, 50.

O assassinato aconteceu na frente da casa onde Isabela morava com a mãe, no bairro da Pedreira, zona Sul da capital paulista. As duas estavam presentes no momento, mas não foram baleadas por Cupertino e sobreviveram. O empresário fugiu.

Reforço

De acordo com as investigações do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo, Cupertino contou com a ajuda direta de pelo menos quatro amigos, que são investigados pela suspeita de esconderem o criminoso.

Dois desses amigos do empresário se tornaram réus na Justiça por supostamente ajudarem o fugitivo.

Eduardo Jose Machado, dono de uma pizzaria na Zona Sul de São Paulo, e Wanderley Antunes Ribeiro Senhora, que mora em Sorocaba, no interior paulista, respondem pelo crime de favorecimento pessoal em liberdade.

VIA BLOG DO MAGNO CESAR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.