Retomada da cultura do algodão é tema de trabalho desenvolvido pelo SCFV na comunidade Caatinga Grande

Com a retomada da cultura algodoeira no município de São José do Seridó, através do projeto Agrosertão, do Instituto Riachuelo, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) incluiu esta temática nas atividades das crianças e adolescentes da comunidade.

“A iniciativa e o olhar social enriquece ainda mais a cultura e o desenvolvimento socioeconômico da agricultura familiar, principalmente na Comunidade Caatinga Grande, onde a cultura do algodão já foi o motor da sua economia há muitos anos e hoje vê seu renascimento”, destacou o coordenador do SCFV Melquides Medeiros.

Ainda de acordo com Melquides Medeiros, além de muita reflexão e conversa sobre o tema, estão sendo desenvolvidos trabalhos educativos de pintura, visitas aos campos de cultivo e em breve será realizada a construção de painéis representando o retorno do algodão para a vida da comunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.