Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Neste sábado, dia 23, acontece a estreia do espetáculo que é resultado do Projeto Trapiá Semente em Ipueira, RN. Desde maio, o projeto está em Ipueira realizando oficinas de capacitação para interpretação e montagem de espetáculo, coordenados em Ipueira, pelos arte educadores Catarina Araújo e José Jorge.

O espetáculo “Histórias de Visonha” será apresentado no espaço público “O Macedão”, a partir das 19h, deste sábado, sendo esta a estreia da Cia de Teatro Raízes, que conta com 32 adolescentes.

“Histórias de Visonha é um espetáculo que traz três histórias de personagens do imaginário popular, e das brincadeiras populares, especialmente aqueles que causam medo, estranhamento e encantamento. Suas histórias são contadas através de versos, músicas e danças que convidam o público a entrar na brincadeira”, diz Catarina Araújo, arte educadora do grupo, que também é calungueira.

A peça conta com três narradores, Victor Morais, Vicente Nóbrega e José Matheus, adolescentes que criaram versos com base no roteiro da arte educadora Catarina Araújo. “Em suma são três lendas: Os Papangus, do folclore de rua, As Rasgas Mortalhas, a lenda sobre a morte, e o Jaraguá, sobre o boi de reis”, explica Victor Morais que é um dos narradores na peça.

O Trapiá Semente movimenta a economia criativa nos municípios, inclusive através da produção de figurinos que, em Ipueira, contou com a Associação das Costureiras, confeccionando roupas dos personagens, conforme croquis produzidos pelos adolescentes.

O Projeto Trapiá Semente teve sua aprovação na Lei de Incentivo Cultural Câmara Cascudo e edital Transformando Energia em Cultura, do Instituto Neoenergia, com patrocínio do Governo do Estado do RN, Fundação José Augusto e Neoenergia Cosern.

A realização é da Associação Cultural Trapiá e a produção da Mapa Realizações Culturais, contando com apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Cultura e Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes – CMDCA.

POR ANNA JAILMA- JORNALISTA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.