Petista que deu caneta usada por Lula na posse sobre homenagem: ‘Chorei’

Petista que deu caneta usada por Lula na posse sobre homenagem: ‘Chorei’

FOTO-REPRODUÇÃO

Ao assistir à posse de Lula, na tarde deste domingo (1º), o piauiense Fernando Menezes, 68, caiu no choro. Ele acompanhava a cerimônia de sua casa, na cidade de Altos (a 41 km de Teresina, capital do Piauí), onde vive há 36 anos, quando foi surpreendido por um relato do presidente. Antes de assinar o termo de posse, na Câmara Federal, Lula quebrou o protocolo e mostrou uma caneta, dizendo que ganhou de um piauiense em 1989, quando visitava Teresina para um evento político. Foi Fernando quem deu o presente. “Quase caí da cadeira. É a história mais bonita da minha vida”, disse. “Chorei de emoção”.

Petista histórico, Fernando confirmou à reportagem que deu a Lula uma caneta com as mesmas características da empunhada pelo presidente na cerimônia. A data exata foi esquecida, mas ele conta que, na ocasião, Lula estava no Piauí em caravana para tentar viabilizar a pré-candidatura à Presidência.

Caminhávamos pelas ruas de Teresina. Estavam presentes o Antônio José Medeiros, Marcelino Fonteles, Meireles, Josué e outros petistas. Queria dar de presente uma caneta, pois sabia que Lula um dia iria ser Presidente da República. Dei a caneta e disse que era para ele assinar a ata de posse quando fosse eleito”, lembrou Fernando, que é tio da judoca Sarah Menezes.

FONTE- UOL

CARLOS FELIPE

Deixe uma resposta