Dino diz que vai pedir extradição caso Torres não se apresente até segunda

Dino diz que vai pedir extradição caso Torres não se apresente até segunda

FOTO-REVISTA OESTE

A declaração de Dino foi feita após uma cerimônia que homenageou profissionais que combateram os invasores golpistas do último domingo (8). Segundo ele, Torres afirmou que vai se entregar, possivelmente na manhã deste sábado (14).

A situação de Torres se complicou após a PF (Polícia Federal) encontrar num armário na casa dele um rascunho de um decreto para mudar o resultado da eleição, conforme revelou o jornal Folha de S.Paulo. Torres disse que a minuta estava fora de contexto e que seria triturada.

Mesmo antes de o documento ser divulgado, já havia um pedido de prisão contra Torres por sua atuação omissa durante os atos terroristas no DF no domingo (8). A prisão foi decretada pelo ministro Alexandre de Moraes e atendeu a um pedido da AGU (Advocacia-Geral da União)

Chegando ao Brasil, ele precisará responder quem produziu o decreto e a circunstância que foi elaborado.

O documento foi encontrado em um armário na casa do ex-ministro durante buscas da PF, conforme revelou o jornal Folha de S.Paulo. Torres disse que a minuta estava fora de contexto e que seria triturada.

Sem elementos para investigar Bolsonaro.

A descoberta do rascunho do decreto complicou a situação do ex-ministro Anderson Torres, homem de confiança de Bolsonaro. Mas o ministro da Justiça disse que, até o momento, não existem indícios que justifiquem a inclusão dos ex-presidente na investigação. Bolsonaro está nos Estados Unidos. Ele viajou dois dias antes de acabar seu mandato.

Minuta prova plano de golpe.

Dino afirmou que a minuta do rascunho do decreto para mudar resultado da eleição configura elemento para entender uma sucessão de eventos entre a proclamação do resultado da eleição e a tentativa de golpe…

. – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2023/01/13/flavio-dino-ministro-justica-minuta-mudar-eleicoes-anderson-torres.htm

FONTE-UOL

CARLOS FELIPE

Deixe uma resposta