Agro sertão promove ação de beneficiamento do algodão na fazenda Seridó em São José do Seridó

Com a presença de coordenadores das cidades que estão inseridas no projeto agro sertão, uma realização do Instituto Riachuelo em parceria com a EMBRAPA, SEBRAE e prefeitura  de  São José do Seridó, foi realizada hoje a ação de beneficiamento do algodão no galpão da comunidade Caatinga Grande.

Lá  está instalada a máquina beneficiadora do algodão. Esta máquina é um experimento de seu iedalizador e da EMBRAPA e segundo Arenilson , tecnico da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a máquina que está sendo utilizada no beneficiamento é um projeto de uma parceria da EMBRAPA com a empresa idealizadora da máquina.

Nesta terça-feira,5, foi possível ser ver beneficiamento do algodão onde sua pluma é preparada para venda e os demais derivados são reutilizados pelos produtores para complemento na alimentação do rebanho.

O projeto é uma realização do Instituto Riachuelo e tem como parceiros EMBRAPA Algodão, SEBRAE e prefeitura municipal. Em São José do Seridó tem apoio do setor empresarial têxtil.

Para  a Engenheira Têxtil Renata Fonseca,representante do Instituto Riachuelo, ”o mais importante do projeto é que  tem a compra garantida além de ser um programa agroecológico sem a utilização de insumos químicos.

O secretário de agricultura de  São José do Seridó, Mariozam Medeiros ressaltou que projeto já deu certo e que a gestão municipal, nas pessoas de Jackson Dantas e Ricardo Medeiros, através da SEMAPE, secretaria a qual gerencia, está  a postos para garantir  o sucesso e a permanência deste projeto que é de grande importância no fomento da economia local.

A  comunidade Caatinga Grande/Assentamento Seridó fica  a pouco mais de 10 Km da sede do município de  São José do Seridó-RN.